sexta-feira, abril 30, 2010

terça-feira, abril 27, 2010

Clube Ibérico de Montanhismo e Orientação (CIMO) - Calendário de Caminhadas 2010


Calendário de Caminhadas 2010 - Clube Ibérico de Montanhismo e Orientação (CIMO)


2 de Maio
Quintas, Bosques periféricos e parques urbanos
Local de Concentração – estacionamento junto à Pista de Atletismo da Sobreda
Início às 9H00. Término previsto 12H30
Distância - cerca de 10 klms
Grau de dificuldade – média / baixo
Passeio de reconhecimento de antigas quintas, bosques e parques urbanos. Vamos tentar descobrir também o significado de um misterioso cruzeiro com quase 400 anos e inscrições em latim, situado numa colina perdida na mata. Percurso circular, com início e final junto da pista de Atletismo da Sobreda

12 de Junho
Do Parque da Paz à Costa da Caparica
Local de Concentração – monumento do Parque da Paz
Início - 9H00. Término previsto 12H30
Distância - cerca de 10 kms
Grau de dificuldade – média
Percurso pelo centro do Concelho, numa grande proximidade com velhas quintas e uma ruralidade que muitos julgam já ter desaparecido. Na aproximação à Costa, desfrutaremos de uma paisagem deslumbrante, pelas falésias de Santo António e matas da Trafaria.

11 de Julho
De Costa a Costa
Local de Concentração – Costa da Caparica – rotunda junto ao restaurante o “Barbas”.
Início: 9H00.
Término previsto: 12H30
Distância - cerca de 10 kms
Grau de dificuldade – média
Percurso circular com subida até à falésia de Santo António, passando pelo Funchalinho, Capuchos, Terras da Costa e paredão. Este passeio, com alguma exigência física, constitui um autêntico jogo de atracção permanente com as belezas que rodeiam a Costa da Caparica

25 de Setembro
Capuchos / Fonte da Telha
Local de Concentração – Largo em frente da Igreja dos Capuchos
Início: 9H00.
Término previsto: 13H30
Distância - cerca de 10 kms
Grau de dificuldade – média
Percurso linear com praias à vista, falésias imponentes, Terras da Costa e Mata dos Medos, incluindo a visita ao Centro de Interpretação Ambinetal da Área Protegida


17 de Outubro
Fonte da Telha Sul
Local de Concentração – Fonte da Telha, junto ao restaurante "O Rampa"
Início: 9H00.
Término previsto: 13H30
Distância - cerca de 10 kms
Grau de dificuldade – média
Rumo a Sul, teremos praia, miradouros, formidáveis falésias, antigas minas de ouro e uma vista imensa do "Pinhal do Rei"



Inscrições e informações
CIMO - Clube Ibérico de Montanhismo e Orientação
Tel/Fax 212583029
geral@cimo.pt
http://cimo.pt


Câmara Municipal de Almada
dadesportiva@cma.m-almada.pt
Tel 212587180
Fax: 212587199
http://www.m-almada.pt

indicando o nome, morada, data de nascimento e contacto


Calendário de Caminhadas 2009

Câmara Municipal de Mafra - Passeios Pedestres "Roteiros de Aventura 2010"

Roteiros de Aventura 2010 - Passeios Pedestres - Câmara Municipal de Mafra


8 de Maio
Aldeia de Broas - A aldeia fantasma
Local de concentração: Odrinhas (Museu Arqueológico)
Distâncias: 10/15 kms

12 de Junho
A Região Saloia
Local de concentração: Casal Pedregulho - Milharado (Sede GMRCPCP)
Distâncias: 10/15 kms

26 de Junho
De Palácio a Palácio
Local de concentração: Mafra (Palácio Nacional)
Distância: 10/25

10 de Julho
A noite junto à Ribeira do Lizandro - Marcha Nocturna
Local de concentração: Praia de S. Julião (Estacionamento Sup. Praia)
Distância: 10 km

11 de Setembro
Jardim e 1.ª Tapada de Mafra à noite - Marcha Nocturna
Local de concentração: Mafra (Palácio Nacional)
Distância: 10 km

25 de Setembro
Raid Pedestre ao Concelho
Local de concentração: Mafra (Parque Desportivo Municipal)
Distâncias: 10/20/30/40 kms

16 de Outubro
A Rota do Queijo Saloio
Local de concentração: Santo Estevão das Galés (Junta de Freguesia)
Distância: 10 km

30 de Outubro
Raid à Tapada de Mafra
Local de concentração: Tapada de Mafra (Portão do Codeçal)
Distâncias: 10/20 kms

27 de Novembro
Os 200 anos das Invasões Francesas
Local de concentração: a definir
Distâncias: 10/15 kms





Contactos:

Roteiros de Aventura - Parque Desportivo Municipal Eng.º Ministro dos Santos
Av. Dr. Francisco Sá Carneiro
2640-486 Mafra
Tlf 261 819 200 ; 261 815 120

(horário das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, de 2ª a 6ª feira)

E-mail: roteiros.aventura@cm-mafra.pt
http://www.cm-mafra.pt




Calendário dos Roteiros de Aventura 2009 - Passeios Pedestres

Calendário dos Roteiros de Aventura 2008 - Passeios Pedestres

Calendário dos Roteiros de Aventura 2007 - Passeios Pedestres

Câmara Municipal de Mora - Calendário de Caminhadas 2010



Calendário de Caminhadas 2010 - Câmara Municipal de Mora





Calendário de Caminhadas 2007

segunda-feira, abril 26, 2010

Caminhada no litoral de Vila do Conde - Mindelo, em 2 de Maio de 2010

Caminhada no litoral de Vila do Conde - Mindelo

2 de Maio de 2010


Organização: grupo de caminhadas do blog "Pedestrianismo e Percursos Pedestres"
Guias no terreno: Fernando Vilarinho e Armando Sousa


Encontro: junto à estação de Metro de Santa Clara (em Vila do Conde)
Hora de encontro: 10h00
Hora de Partida: 10h10
Distância a percorrer: 11 km
Grau de dificuldade: baixo
Duração aproximada: 4h30 (incluindo almoço e duas visitas guiadas)

Tipo de percurso: circular (a ligação final ao ponto de partida é feita no Metro do Porto entre as estações "Espaço Natureza" [Mindelo] e Santa Clara [Vila do Conde])
Pontos de interesse: Mosteiro de Santa Clara, Igreja de Santa Clara, aqueduto de Vila do Conde, Praça José Régio, Rio Ave, zona ribeirinha de Vila do Conde, Museu da Alfandega Régio, Nau Quinhentista, Praça D. João II, Capela do Socorro, estaleiros navais, praia de Azurara, praia de Árvore, Paisagem Protegida Regional do Litoral de Vila do Conde e Reserva Ornitológica de Mindelo (PPL-LVC-ROM), avifauna, dunas, etc
Levar: Almoço volante e água.
Material necessário: roupa adequada a caminhar no campo/natureza e à meteorologia do dia



Inscrições (gratuitas) em formulário online - (clicar para aceder)

(levar 1,40 € [Andante + viagem] ou 0,90 € [viagem] para gastos da viagem de Metro entre a estação "Espaço Natureza" [Mindelo] e "Santa Clara" [Vila do Conde] ----- isto para quem fizer essa viagem de retorno ao ponto de partida da caminhada na parte final)




ROTEIRO da caminhada:

Concentração às 10h00 na Estação de Metro de St Clara e partida às 10h10. Dirigimos-nos, ao início descendo e depois subindo, para o Mosteiro de Santa Clara de Vila de Conde e contíguos a Igreja de Santa Clara e o aqueduto de Vila do Conde.
Do Mosteiro tem-se porventura o mais interessante miradouro sobre Vila do Conde, sobretudo a bela zona ribeirinha do Rio Ave.

Vista da zona ribeirinha vilacondense a partir do Mosteiro de St Clara
(clicar na imagem para ampliar)


Entretanto descemos por um escadório antigo, para a zona ribeirinha (cuja área foi alvo, nos últimos anos de profunda renovação - Programa de Recuperação da Zona Ribeirinha - no âmbito da Programa Pólis), fazemos uma breve incursão na pitoresca e nova Praça José Régio, e prosseguimos até ao Museu da Alfandega Régio e a Nau Quinhentista ancorada no Rio Ave. Efectuaremos uma visita (guiada, no caso da Nau Quinhentista) a estes locais.

Vista da esq. para a dir.: Capela do Socorro, Museu da Alfândega (edif. amarelo)
e Nau Quinhentista, na zona ribeirinha vilacondense
(clicar na imagem para ampliar)


Depois destas visitas subimos um escadório até à Capela do Socorro que se situa nas imediações. Dali tem-se outro belo miradouro sobre a zona ribeirinha vilacondense. Aí almoçaremos.

Vista da zona ribeirinha vilacondense
a partir das escadas de acesso à Capela do Socorro.
Ao fundo o Mosteiro de St Clara
.
(clicar na imagem para ampliar)



Desce-se de seguida à recente praça Praça D. João II com as suas originais esculturas.

Praça D. João II
(clicar na imagem para ampliar)


Desta praça vamos até à ponte rodoviária de Vila do Conde que atravessámos, e estamos agora na margem esquerda do rio Ave, onde temos uma visão privilegiada da zona ribeirinha vilacondense.

Vista, ao fundo do Mosteiro de Santa Clara,
e mais à esquerda da Nau Quinhentista e zona ribeirinha vilacondense
(clicar na imagem para ampliar)

Seguimos depois por caminhos rurais junto ao rio, passámos pelos Estaleiros Navais, e dirigimos-nos à foz do Rio Ave, ao ponto de confluência das águas do Rio Ave, com o Oceano Atlântico.
Prosseguimos pelo areal da praia de Azurara/Árvore até ao 'coração' da Paisagem Protegida Regional do Litoral de Vila do Conde e Reserva Ornitológica de Mindelo (PPL-LVC-ROM).

Reserva Ornitológica de Mindelo - área dunar junto ao mar
(clicar na imagem para ampliar)

Teremos então uma interessante visita guiada a esta área de Paisagem Protegida. Esta visita abrange, entre outros aspectos: dois pontos de observação de aves (um deles na foz da ribeira de Silvares), o posto de vigilância da reserva, e um antigo moinho de água, na ribeira de Silvares.

Reserva Ornitológica de Mindelo - área mais interior,
caminho no pinheiral para um ponto de observação de aves


Finda a visita à PPL-LVC-ROM seguimos então por caminhos rurais até estação de Metro "Espaço Natureza", da freguesia do Mindelo.
Nesta estação seguiremos de Metro até à estação de Santa Clara, em Vila do Conde.




Locais de Visita/Passagem:

Mosteiro/Convento de Santa Clara, de Vila de Conde
Trata-se do mais conhecido monumento de Vila do Conde. Fundado em 1318, cedo se afirmou como um dos mosteiros mais importantes da região. Exerceu ao longo dos séculos uma incomensurável influência sobre Vila do Conde e a sua evolução/desenvolvimento, em especial à época dos Descobrimentos. No séc. 18 o seu edifício foi parcialmente reconstruído e ampliado, tendo as obras então projectadas apenas sido efectivamente concluídas entre 1929/1932. Este antigo mosteiro será num futuro próximo reconvertido a Pousada de Portugal, passando a ser a de maior dimensão da rede, e uma das maiores da Europa.

Igreja de Santa Clara
Classificada como monumento nacional, foi construída no séc. 16, em estilo gótico (com alguns acréscimos de raiz renascentista). O seu interior possui uma notável construção/decoração gótica e manuelina. Na Capela dos Fundadores encontram-se os túmulos do infante D. Afonso Sanches e sua mulher D. Teresa Martins, considerados das mais belas obras de escultura tumular em estilo manuelino. Integra o Mosteiro de Santa Clara.

Aqueduto de Vila do Conde
Classificado como monumento nacional, é o segundo aqueduto mais extenso de Portugal, com cerca de 7 km. Contava inicialmente com 999 arcos (na actualidade alguns estão destruídos). Construído entre 1705-1714 para abastecer com água potável, captada na localidade de Terroso, o Mosteiro/Convento de Santa Clara.

Museu da Alfândega Régio e a (réplica da) Nau Quinhentista
O Museu, situado na antiga Alfândega Régia, retrata a história da Alfândega criada no reinado de D. João II, e a história da Construção Naval em madeira de Vila do Conde, bem como a dos homens (calafates, carpiteiro, etc.) que aí desenvolveram os seus mesteres. Vila do Conde é umas localidades mais emblemáticas da Construção Naval no nosso país, em especial no tempo dos Descobrimentos. Dos múltiplos artefactos deste museu destaque para as diversas miniaturas de embarcações. O museu também integra o Centro de Documentação dos Portos Marítimos Quinhentistas, único no país.
A réplica da Nau Quinhentista (séc. XVI), ancorada no rio Ave, junto do Museu da Alfândega, foi construída nos estaleiros navais de Vila do Conde tal como foram muitas no tempo dos Descobrimentos. Esta réplica foi inaugurada em 15 de Dezembro de 2007, e incorpora ao pormenor os múltiplos elementos presentes nas naus dos Descobrimentos. As Naus efectuavam as longas viagens de Portugal (e Europa) para as 'Índias' e o inverso, entre o final do séc. XV e o séc. XVII.

Capela do Socorro
Construída em 1603 por Gaspar Manuel, piloto-mor da carreira das Índias, apresenta uma exótica cúpula branca de influência oriental.


Paisagem Protegida Regional do Litoral de Vila do Conde e Reserva Ornitológica de Mindelo (PPR-LVC-ROM)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Paisagem_Protegida_Regional_do_Litoral_de_Vila_do_Conde_e_Reserva_Ornitol%C3%B3gica_de_Mindelo


(fonte: adaptado da wikipedia)
A PPR-LVC-ROM, instituída em 13/09/2009, desenvolve-se ao longo de uma linha de costa com 8,5 km de extensão, no concelho de Vila do Conde, entre a foz do rio Ave, a norte, e a foz do rio Onda, a sul. Possui uma área de 380 ha.

Esta zona possui um variado conjunto de valores biológicos e paisagísticos, destacando-se a existência de um interessante e original mosaico de habitats, tais como cordões dunares, rochedos, zonas húmidas, bouças e áreas agrícolas. Aqui persistem, também, paisagens semi-naturais e humanizadas, de interesse local e regional, resultantes da interacção do homem e da natureza.
Trata-se de uma área emblemática pelo seu pioneirismo na conservação da natureza em Portugal, ligada à figura do Prof. Santos Júnior, desde a década de 50 e com particular relevo para a avifauna (e seu estudo cientifico), tendo aqui sido criada a Reserva Ornitológica de Mindelo (70% do total da PPR-LVC-ROM e o seu 'coração') - a 1ª área protegida criada em Portugal, no ano de 1957.

Em termos faunísticos está confirmada a ocorrência de 81 espécies de aves, 57 das quais com um estatuto de conservação, salientando-se o elevado número de espécies (33) abrangidas pela Convenção de Berna, relativa à protecção das espécies migradoras. De destacar o importante refúgio para os anfíbios, com a presença de 14 das 17 espécies de anfíbios de Portugal, para os répteis e para alguns mamíferos,

A área apresenta uma paisagem vegetal diversificada, aqui ocorrendo importantes valores florísticos, incluindo diversos endemismos de distribuição restrita, maioritariamente concentrados nos habitats dunares.






Localização das estações de Metro de "Santa Clara" e "Espaço Natureza"
(clicar na imagem para ampliar)





Contactos:
blogue "Pedestrianismo e Percursos Pedestres"
http://pedestrianismo.blogspot.com
Tlm.. 96 5683938 ; 91 4279361 ; 93 3872245
email: pedestrianismo@gmail.com

Inscrições gratuitas (não inclui transporte, seguro e alimentação, que fica à mercê dos participantes - possibilidade de troca de boleias), não obrigatórias mas conveniente de serem efectuadas para melhor ajuste à actividade.




Esta caminhada no litoral de Vila do Conde insere-se no Ciclo de caminhadas "Pelo caminhos do noroeste português" 2009/2010. Neste ciclo de caminhadas são percorridas diversas áreas naturais e rurais do noroeste português (Minho e distritos do Porto e Aveiro) calcorreando uma miríade de paisagens destas regiões bem como contactando in loco com o seu património de índole diversa: natural, ecológico, biológico, rural, etnográfico, arquitectónico, histórico e sócio-cultural.


Link do Ciclo de Caminhadas:


Clicar para ampliar



domingo, abril 25, 2010

Câmara Municipal de Salvaterra de Magos - Calendário de Caminhadas 2010


Calendário de Caminhadas 2010 -
Câmara Municipal de Salvaterra de Magos


07 de Março
Rota da Enguia
Local: Escaroupim

25 de Abril
Rota da Liberdade
Local: Salvaterra de Magos

13 de Maio
Rota da Espiga
Local: Barragem de Magos

06 de Junho
Rota do ForalLocal: Salvaterra de Magos

10 de Julho
Rota Nocturna
Local: Marinhais

26 de Setembro
Rota do Coração
Local: Foros de Salvaterra

17 de Outubro
Rota do Outono
Local: Muge

07 de Novembro
Rota de S. Martinho
Local: Glória do Ribatejo

As rotas têm início marcado para 09h00, com concentração junto à Falcoaria Real, em Salvaterra de Magos, iniciando-se às 09h30 a caminhada.


Contactos/Inscrições:
Piscinas Municipais de Salvaterra de Magos.
Tlf: 263 506 256
desporto@cm-salvaterrademagos.pt

http://www.cm-salvaterrademagos.pt/


Ficha de Inscrição online





Calendário de Caminhadas 2009

Câmara Municipal de São Brás de Alportel - Ciclo de Passeios Natureza 2010

Ciclo de Passeios Natureza 2010 - Câmara Municipal de São Brás de Alportel


A Câmara Municipal de São Brás de Alportel dá início a mais um ciclo anual de passeios pedestres, preparados para as suas manhãs de domingo… venha descobrir a paisagem natural, rural, arquitectónica e sociológica, num conjunto de passeios temáticos que ensinam a descortinar as maravilhas do município de São Brás de Alportel.
Junte-se a nós, uma vez por mês e alie os benéficos da caminhada ao prazer de conhecer São Brás de Alportel “Por veredas e caminhos”.


24 de Janeiro
À descoberta dos cogumelos da Serra do Caldeirão
Ponto de Encontro: Centro Museológico do Alportel
Hora: 09h30
Organização: Câmara Municipal de São Brás de Alportel
Apoios: Associação ALMARGEM e Fundação Manuel Viegas Guerreiro

Programa:
10h00| Partida para o passeio e colheita de cogumelos
12h00| Regresso e almoço livre
15h00| Reencontro na Quinta do Peral
Sessão de Identificação de Cogumelos
17h00| Palestra
18h00| Lanche com prova dos cogumelos

A Serra do Caldeirão é um ecossistema único e riquíssimo, do ponto de vista dos recursos que oferece ao homem. De entre os “frutos da serra”, encontramos os cogumelos, seres misteriosos e ocultos, designados por fungos, mas que guardam deliciosos sabores… Para conhecer melhor as inúmeras variedades, a sua aplicação e importância, venha participar na Jornada Micológica constituída por diferentes momentos: passeio, recolha, conhecimento e degustação - um dia à volta dos cogumelos que dá início ao Ciclo de Passeios 2010 – Por veredas e caminhos


28 de Fevereiro
Passeio nas Lages da História – Recordando o Remexido
Ponto de Encontro: Museu do Trajo
Local: 09h30
Organização: Câmara Municipal de São Brás de Alportel


21 de Março
Árvores Centenárias - Monumentos da Natureza
Passeio Comemorativo do Dia Mundial da Árvore
Ponto de Encontro: Centro Museológico do Alportel
Organização: Município de São Brás de Alportel
Hora: 09h30
Por Veredas e Caminhos, vamos conhecer as maravilhosas árvores centenárias que existem em São Brás de Alportel, descobrir o seu imenso valor enquanto património natural… Sabia que por cá existem algumas espécies muito emblemáticas como a Azinheira Património?”


18 de Abril
Retratos de tradição numa paisagem do Barrocal
Ponto de Encontro: Centro Explicativo e de Acolhimento da Calçadinha
Hora: 09h00
Passeio Comemorativo do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios
Organização: Câmara Municipal de São Brás de Alportel
No Dia Mundial do Património, vamos por veredas e caminhos, à descoberta do património cultural e do território rural que o envolve, ligado à ancestralidade da produção agrícola. Riquezas da história da Gente e da arte que colher do chão o pão-nosso de cada dia. Memórias guardadas nas velas dos velhos moinhos, nas mós da azenha, na eira, no poço e acolá na fonte que ainda canta… e por entre hortas e hortejos, escutemos as histórias enraizadas nas tradições do campo.


30 de Maio
“Pé ante pé... por cores e sabores, nos trilhos da diversidade”
Passeio na Serra do Caldeirão (III Caminhada CLAII)
Ponto de Encontro: Terminal Rodoviário
Hora: 09h00
Organização: Câmara Municipal de São Brás de Alportel


27 de Junho
“E.N.2, um Caminho, uma Memória”
Ponto de Encontro: Biblioteca Municipal Dr. Estanco Louro
Hora: 17h00
Organização: Câmara Municipal de São Brás de Alportel
Apoio: Estradas de Portugal

29 de Agosto
“Olhar o céu, Calçadinha abaixo”, Passeio pedestre  com observação astronómica
Encontro: Adro da Igreja Matriz  22h00|
Neste mês quente de Agosto, o ciclo de passeios natureza associa-se  ao programa “Ciência Viva no Verão”, e convida-o a percorrer  caminhos milenares, pelo fresquinho, a olhar o firmamento… O lugar
escolhido é muito especial: a “Calçadinha de São Brás”, calcorreada por tantos milhares de passos, com milénios de história por contar.
Embalados pela curiosidade e pelo perfume da noite,  seguimos sob o manto das estrelas, num barrocal
rico em biodiversidade… vamos descobrir os  enigmas que a nossa galáxia esconde, à procura das histórias das constelações e dos mistérios  do firmamento.

31 de Outubro 
Passeio da República
Ponto de Encontro: Largo de São Sebastião 10h00
No mês do Centenário da República o Ciclo de Passeios  Natureza 2010 convida a um passeio pelo quotidiano político  partidário e cultural de São Brás de Alportel há 100 anos atrás. A implantação da República a 5 de Outubro de 1910 trouxe consigo um  conjunto de novos ideais e a construção de uma sociedade mais  consciente. Esta conquista feita por homens de valor, contou com o contributo de são-brasenses como João Rosa Beatriz, fundador do  concelho que fez desta terra a sua própria República.
Esta visita pelas ruas da vila será acompanhada por Emanuel Sancho,  Júlio Negrão, Paulo Pires e Teresa Oliveira.

27 e 28 de Novembro
Passeio pelo Montado de Sobro
Passeio com estadia na Herdade de Agolada de Cima - Coruche
No mês de Novembro o Ciclo de Passeios Natureza associa-se à  Associação Rota da Cortiça e promove um passeio temático dedicado ao montado de sobro. O passeio à Herdade da Agolada de Cima, em Coruche durante  os dias 27 e 28, apresenta um conjunto de iniciativas diversificadas para um fim-de-semana de contacto com a natureza.
Programa de Actividades:
- Passeio para observação de aves;
- Recolha e identificação de cogumelos;
- Identificação de árvores monumentais;
- Observação astronómica com 3 especialistas convidados;
- Tertúlias temáticas;
- Chá com histórias à volta da lareira;
- Celebrações do São Martinho.



Inscrições e informações:
Câmara Municipal de São Brás de Alportel
Rua Gago Coutinho, n.º1
8150-151- São Brás de Alportel
Tel. 289 840 005

municipe@cm-sbras.pt
http://www.cm-sbras.pt



Passeios Natureza 20072008 / 2009 /

Câmara Municipal do Seixal - Caminhadas 2010 no Seixal


Caminhadas 2010 no Seixal - Câmara Municipal do Seixal



CAMINHE PELA AMORA
Coreto de Amora
11, 18 e 25 de Abril
2, 9, 16, 23, e 30 de Maio, às 10h00
6, 13, 20, 27 de Junho, às 10h00

Sede Azinhaga das Paivas
9, 16, 23 e 30 de Abril
7, 14, e 21 de Maio, às 21h00
4, 11, 18, e 25 de Junho, às 21h00
2, 9, 16, 23, e 30 de Julho às 21h00

Organização : Câmara Municipal do Seixal
Contactos/ Informações: 212276783


PERCURSO PEDESTRE POR CORROIOS
Jardim de Santa Marta do Pinhal - 9, 16, 23, e 30 de Maio, às 09h00
Organização : Câmara Municipal do Seixal
Contactos/ Informações: 212276783


PERCURSO PEDESTRE ROTA DA AROEIRA
Jardim Santa Marta do Pinhal - 2, 9, 16 e 23 de Maio , às 09h00
Organização : Clube Associativo de Santa Marta do Pinhal
Contactos / Informações: 965252567


CAMINHADAS REDONDOS
Ruas de Fernão Ferro - Saída da Associação Moradores dos Redondos
3, 10, 17, 24, e 31 de Maio, às 17h30
Junho, todos os dias úteis, às 17h30
1, 8, 15, 22, e 29 de Julho, às 17h30
Organização: Associação de Moradores dos Redondos
Contactos / Informações: 212120650

CAMINHADAS TOCA A MARCHAR
Ruas de Fernão Ferro - Saída da Associação Reformados Pensionistas Idosos de Fernão Ferro - 3, 10, 17, 24 e 31 de Maio, às 09h30
3, 10, 17, e 24 de Junho, às 09h30
5, 12, 19, e 26 de Julho, às 09h30
Organização: Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Fernão Ferro;
Contactos / Informações: 212123095

CAMINHADA 2ª DOMINGO
Escola Básica do 1.º Ciclo da Quinta dos Morgados - 9 de Maio, às 09h00
Organização : Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Fernão Ferro;
Contactos / Informações: 212123095


CAMINHADAS
Ruas de Fernão Ferro - Saída EB1 Quinta dos Morgados
4, 6, 11, 13, 18, 20, 25, 27 de Maio, às 09h00
1, 3, 8, 10, 15, 17, 22, 24 e 29 de Junho, às 09h00
Organização : Centro Paroquial de Bem Estar Social Fernão Ferro;
Contactos / Informações: 212121165



CAMINHANDO POR CORROIOS
Saída do Grupo Desportivo Unidos do Arco (Quinta de São Nicolau)
6, 13, 20 e 27 de Junho, às 09h00
Organização: Grupo Desportivo Unidos do Arco;
Contactos / Informações: 212538195





Informações:
Gabinete de Turismo
Câmara Municipal do Seixal
Praça da República
2840-486 Seixal

Tel: 21 227 57 32
Fax: 21 227 57 33
E-mail: gab.turismo@cm-seixal.pt
www.cm-seixal.pt



Calendário de Caminhadas 2009

Calendário de Caminhadas 2008

Câmara Municipal de Silves - Calendário de Caminhadas 2010

Calendário de Caminhadas 2010 - Câmara Municipal de Silves

Silves em Movimento 2010


10 de Janeiro
Local: Algoz
Marcha/Passeio IDP Algarve
Organização: Junta de Freguesia Algoz
Concentração: Largo da Junta de Freguesia de Algoz - 10h00

31 de Janeiro
Marcha/Passeio
Local: Amorosa
Organização: Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Concentração: sede da ARCA - 9h00

14 de Fevereiro
Marcha do Namorados
Local: Serra de Silves
Organização: Câmara Municipal de Silves
Concentração: Piscinas Municipais de Silves - 10h00

21 de Fevereiro
Marcha/Passeio
Local: Amorosa
Organização: Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Concentração: sede da ARCA - 9h30

7 de Março
Marcha/Passeio
Local: Amorosa
Organização: Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Concentração: sede da ARCA - 9h30

11 de Abril
Marcha/Passeio
Local: Amorosa
Organização: Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Concentração: sede da ARCA - 9h30


25 de Abril
Marcha/Passeio
Local: Serra de Messines
Organização: Associação de Caça e Pesca de Cortes
Concentração: Sede da Associação (Velarinha) - 10h00

2 de Maio
Marcha/Passeio IDP Algarve "Silves Tour 2010"
Local: Silves
Apoio: Câmara Municipal de Silves
Concentração: Piscinas Municipais de Silves - 9h30

30 de Maio
Marcha/Passeio
Local: Amorosa
Organização: Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Concentração: sede da ARCA - 9h30

5 de Junho
Marcha/Passeio Nocturna
Local: Algoz
Organização: Sport Algoz e Benfica
Concentração: Sede do Sport Algoz e Benfica - 20h30

19 de Setembro
Marcha/Passeio
Local: Amorosa
Organização: Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Concentração: sede da ARCA - 9h30

17 de Outubro
Marcha/Passeio
Local: Amorosa
Organização: Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Concentração: sede da ARCA - 9h30

13 de Novembro
XI Passeio pedestre nocturno "São Martinho"
Local: Freguesias de Alcantarilha e Pêra
Organização: Junta de Freguesia de Alcantarilha
Concentração: Largo da Junta de Freguesia de Alcantarilha - 21h00

21 de Novembro
Marcha/Passeio
Local: Amorosa
Organização: Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Concentração: sede da ARCA - 9h30

19 de Dezembro
Marcha/Passeio
Local: Amorosa
Organização: Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Concentração: sede da ARCA - 9h30





Contactos:

Câmara Municipal de Silves
Dividão de Desporto e Juventude
Tlf: 282 440 270

Junta de Freguesia Algoz
Tlf: 282 361 119

Associação Recreativa e Cultural da Amorosa (ARCA)
Tlf: 282 330 701
Tlm: 961832017

Grupo de Aventura e Desporto Alcantarilha Gare
Tlm 965 108 161

Sport Algoz e Benfica
Tlf. 282 574 335 / 962 673 466



Calendário de Caminhadas 2009
.

Passos Contados 2010 - Câmara Municipal de Vila Real de Santo António e Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela


Passos Contados 2010

Passeios pedestres de interpretação da paisagem

Cacela - Vila Real de Santo António


Organização:
Câmara Municipal de Vila Real de Santo António
Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela


Começa em Abril em Cacela a 4ª edição do ciclo anual de passeios pedestres de interpretação da paisagem “Passos Contados”.

Passos Contados... porque os caminhos, os lugares, as pessoas contam estórias. O Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela / CMVRSA propõe este ano novas experiências de interpretação e descodificação das paisagens culturais e naturais do sotavento algarvio. Nesta quarta edição iremos à descoberta das plantas e dos seus antigos usos na medicina e alimentação; das heranças islâmicas nas formas de construir e habitar; de antigos caminhos, muros e valados; vamos durante a noite ouvir lendas sobre os antigos medos de bruxas e lobisomens; com os pés na água vamos apanhar e conhecer os bivalves da Ria Formosa; já no final do Verão vamos colher figos, e compreender a sua importância, a par da amêndoas e alfarroba, na história local; terminaremos com um percurso geológico sobre alterações no uso e ocupação do território.


17 de Abril
Plantas medicinais e aromáticas do barrocal e serra algarvia
Ponto de encontro: 09h30 em Santa Rita
Com o mestre José Salgueiro
Existiu até há bem pouco tempo, nos meios rurais, um saber empírico, transmitido de geração  para geração, sobre as propriedades medicinais das plantas. Nascido no Alentejo, Mestre Zé  Salgueiro, filho de trabalhadores rurais, recebeu os saberes dos ensinamentos da mãe, de virtuosos, pastores e artífices que partilhavam o universo da medicina popular. Experimentou ao longo da vida os trabalhos do campo, a venda ambulante, o ofício de sapateiro e aos 50 anos resolveu assumir as suas paixões maiores: as plantas e a poesia. Com larga experiência na colheita e utilização de ervas para fins medicinais e um conhecimento acumulado ao longo de mais de 90 anos intensamente vividos, tem um genuíno prazer em transmitir os seus valiosos saberes.

22 de Maio
Heranças islâmicas nas formas de construir e habitar
Ponto de encontro: 9.30 em Cacela Velha
Com o historiador Cláudio Torres
A casa rural do sul de Portugal – profundamente ligada ao relevo, clima, matérias-primas e tradições culturais – tem raízes no mundo mediterrânico antigo no que respeita à repartição funcional, técnicas construtivas, pormenores decorativos e formas de habitar. No Algarve, durante o período islâmico, a taipa serviu para a construção de estruturas defensivas (fortificações, muralhas) e habitações. Nas casas postas a descoberto pela arqueologia, a telha de meia cana assentava, como hoje, numa cobertura de caniço e espessos muros de taipa, que protegiam do calor intenso e, também como as habitações populares actuais, apresentavam revestimentos com cal e os pavimentos eram pintados a almagre. Encerradas sobre si com raras aberturas ao exterior, preservando a intimidade dos moradores, era nos pátios que a mulher se ocupava dos trabalhos domésticos, da confecção dos alimentos e da educação das crianças. Modos de viver e habitar a casa, que no sul se perpetuaram   no tempo.
Ao longo de um percurso com início no bairro islâmico almoada em cacela velha, vamos reflectir sobre o valor de uma herança transmitida por mestres, pedreiros, aprendizes que sabiamente manipulam a terra, numa utilização harmoniosa dos recursos oferecidos   pelo meio.      

26 de Junho
Antigos caminhos, muros e valados no sotavento algarvio
Ponto de encontro: 9.30 em Santa Rita
Com o historiador Luís Oliveira e o arqueólogo João Pedro Bernardes
Os caminhos, muros e valados encerram uma história e informações fundamentais para compreendermos os tipos de propriedade, os seus limites, trânsito de pessoas, animais, mercadorias, bem como de notícias e ideias. Entre núcleos povoados, lugares e fazendas, uma densa rede de caminhos, alguns remontando seguramente ao período romano – por cacela passava a via romana que ligava Baesuris a Ossonoba – tem assegurado o movimento dos homens, a concentração e distribuição de produtos. Estradas, caminhos, veredas, atalhos riscam a paisagem e guardam as marcas de quem os calcorreou a pé, de besta, de carro de bois ou carroça. Memórias antigas ligadas ao escoamento da produção mineira, dos produtos agrícolas das antigas  villae ou, mais recentemente, dos frutos secos do barrocal algarvio. Evocam o receio das emboscadas de quadrilhas de ladrões, guardam os passos dos almocreves com pesada carga, dos vendedores de conquilha errando de lugar em lugar, dos pastores conduzindo os seus rebanhos em busca do melhor pasto, das carroças puxadas por muares apregoando a cal de Santa Rita, mais branca que as demais, do pessoal da serra no final de Agosto em direcção à praia para o banho santo. 

10 de Julho
Bruxas, lobisomens e mouras. Medos nocturnos na tradição oral
Ponto de encontro: 21.30 em Santa Rita
Com o contador António Fontinha, a arqueóloga Catarina Oliveira e habitantes locaisBruxas, lobisomens, mouras, almas do outro mundo povoam o imaginário dos medos nocturnos das populações rurais. Estórias e lendas registam encontros fugazes de homens e mulheres com estes seres em determinados dias, horas e lugares. Acontecem usualmente em espaços exteriores à aldeia, conotados com a natureza e o perigo (penedos, fontes, poços, encruzilhadas, alfarrobeiras escuras). É também em horas abertas, normalmente próximo de meia-noite, que as bruxas e os lobisomens se transformam em animais, e que as mouras saem das entranhas da terra e se deixam descobrir. Nas zonas rurais mais isoladas, onde as noites são ainda escuras como o breu, alguns destes seres encontram refúgio, permanecendo vivos nas estórias e lendas contadas de boca em boca.

28 de Agosto
Com os pés na água à procura dos bivalves da Ria Formosa
Ponto de encontro: 9.30 em Cacela Velha
Com a bióloga marinha Paula Moura, viveiristas e mariscadores locais
vestígios de tanques para salga de pescado e preparação de pastas de peixe do período romano, e fragmentos de cerâmicas de cozinha islâmicas associados a cascas de conquilhas, ostras e amêijoas, atestam a antiguidade da exploração dos recursos do mar e da ria e a sua importância na dieta alimentar das gentes de cacela. Mariscadores e populações locais têm-se dedicado ao longo de muitos séculos à apanha de conquilhas, amêijoas, berbigão, lingueirão, cascabulhos (ostras) e búzios. Durante a maré vaza, continuamos a vê-los com água pela cintura puxando um arrasto na frente mar, no caso das conquilhas, com uma pá de mariscar cavando na lama da ria para apanhar amêijoa, ou com uma adriça para apanhar o lingueirão. Os cascabulhos, muito abundantes, apareciam agarrados às pedras ao longo da ria e nos períodos de carestia vividos durante a primeira grande guerra foram a base da alimentação do pessoal da serra que se deslocava ao litoral levando as albardas dos burros sempre cheias. Hoje, a paisagem da ria é marcada pelos viveiros de amêijoa e especialmente de ostra, iguarias recentemente revalorizadas nas ementas que se oferecem aos visitantes.

18 de Setembro
O figo, a amêndoas e a alfarroba no barrocal algarvio
Ponto de encontro: 9.30 em Santa Rita
Com o historiador António Rosa Mendes e produtores locais
Os campos do Algarve, escrevia por volta de 1750 Damião  faria e  castro (um dos raros escritores algarvios no século XvIII), produzem “inumerável quantidade de figos, passas, amêndoas…”. E noutro passo, referindo-se ao figo, assinala a “muita abundância deste fruto, que é a produção principal do Reino do Algarve”. Assim sempre fora e assim continuaria a ser colhido no verão, o figo ficava a secar no almanxar (termo que é inútil procurar nos dicionários, vem do árabe, al-manxar). Depois, quando não ia para o fumeiro, era enseirado – isto é, metido em seiras, pequenos cestos, e aí calcado; por cima, uma folhinhas de funcho, planta aromática e conservante. Trabalho feito por mulheres, elas é que enseiravam. Matava a fome à pobreza. 
Perguntem quantos, mas quantos!, saíam manhã cedo para a labuta só com uma machinha de figos no fundo da algibeira… 

9 de Outubro
Alterações no uso e ocupação do território: uma perspectiva geológica
Ponto de encontro: 9.30 em Cacela Velha
Com o geólogo Hélder Pereira
Ao longo de um percurso efectuado da serra para o litoral, passando pelo barrocal, miúdos e graúdos irão realizar uma viagem no tempo. Durante algumas horas poderão observar os vestígios deixados pelos nossos antepassados e ainda o que a paisagem, os afloramentos e as rochas, têm para nos contar acerca das alterações nos usos e ocupação do território de cacela ao longo dos últimos milhares de anos.


Inscrições e Informações:
Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela
Antiga Escola Primária de Santa Rita
Tel. / Fax: 281 952600
ciipcacela@gmail.com
http://ciip-cacela.blogspot.com
http://www.cm-vrsa.pt/

As participações são gratuitas e limitadas.
Inscreva-se com antecedência, deixando o seu nome e contacto


Passos Contados 2007 / 2008 / 2009

sábado, abril 24, 2010

Câmara Municipal de Ourém - Calendário de Caminhadas 2010



Calendário de Caminhadas 2010 - Câmara Municipal de Ourém


PASSO A PASSO POR OUREM- PASSEIOS PEDESTRES 2010.

A edição de 2010 reparte-se por passeios temáticos e caminhadas de marcha, conciliando a actividade física, o conhecimento e o lazer. Passo a passo por Ourém porque nos conduz a recantos naturais e culturais aliciantes de norte a sul do concelho, sob a orientação de guias e conhecedores locais, empenhados em promover momentos de bem-estar aos participantes.
Lançamos novamente o desafio! Reúna a família, convide os amigos e aproveite os Domingos de forma activa e saudável.



21 de Fevereiro
Pelas fontes de Atouguia
09.30H: Concentração Associação Cult., Rec. e Desp de Fontainhas da Serra
Distância: 9 Km
Duração: 2.30h
Grau de Dificuldade: Médio
O percurso tem início em Fontainhas da Serra. Conduzidos por caminhos desafiantes da freguesia, iremos percorrer um roteiro de fontes de abastecimento de água, algumas já centenárias e todas com formas variadas e interessantes.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Atouguia (junta_atouguia@mail.telepac.pt )
- Ass. Cult., Rec. e Desp de Fontainhas da Serra (acrd-fontainhaserra@yahoo.com)


21 de Março
Entre várzeas e moinhos
09.00H: Concentração Junta de Freguesia de Matas
Distância: 8 Km
Duração: 2h
Grau de Dificuldade: Médio
Na freguesia de Matas trilharemos veredas outrora percorridas por moleiros, por entre campos agrícolas de regadio onde o milho é rei. Ao longo das margens ribeirinhas, treinemos os olhares para a vegetação envolvente e para os moinhos que encerram vidas de moagem de cereais e de sustento de famílias numerosas.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Matas (jf.matas_ourem@clix.pt)




18 de Abril
Quintas ilustres
09.00H: Concentração junto da Junta de Freguesia de Seiça
Distância: 8 Km
Duração: 2.30h
Grau de Dificuldade: Médio
Reconhecida pelas suas Quintas, várzeas, nascentes e ribeira, Seiça convida-nos a uma caminhada, sob o lema das comemorações do ano internacional da Biodiversidade. Durante o passeio saiba mais sobre a Ribeira de Seiça, conhecida como habitat da lampreia-de-riacho e da lontra, e aprecie a beleza dos espaços e lugares aprazíveis, eleitos para a fixação de quintas afidalgadas.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Seiça (freguesiaseica@gmail.com )
- Grupo Desportivo e Cultural de Seiça (gdcseica@sapo.pt )
- Quercus


09 de Maio
Até às origens por Azurrague
09.00H: Concentração junto da Junta de Freguesia de Alburitel
Distância: 9 Km
Duração: 3.00h
Grau de Dificuldade: Médio
A partir da sede da Freguesia, com olhos postos nos campanários, partimos para o vale do Azurrague, onde as encostas soalheiras dão azo a uma cultura extensiva da vinha transformando-a em cartão de visita, e as escarpas calcárias alojam extensos olivais. Por carreiros bem contados recuamos à Pré-História através da visita ao dólmen de Azurrague, o único monumento funerário megalítico inventariado em Ourém.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Alburitel (jalburitel@sapo.pt)


23 de Maio
Palmilhando o Cercal
09.00H: Concentração junto da Junta de Freguesia de Cercal
Distância: 8 Km
Duração: 2.30h
Grau de Dificuldade: Baixo
Considerada como um dos principais pulmões do município, a freguesia de Cercal convida-nos para um passeio descontraído pelos caminhos florestados, com conversas animadas sobre lendas, contos e episódios que alimentam o sentido de pertença dos Cercalenses sob os ícones da águia e do menino.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Cercal (fregue.cercal@gmail.com)


06 de Junho
Do templo e suas gentes
09.00H: Concentração junto da Junta de Freguesia de Olival
Distância: 9 Km
Duração: 3h
Grau de Dificuldade: Médio/Alto
Um passeio integrado e completo, com fruição da natureza, da história e da cultura local. Da antiga Igreja de N.ª Sr.ª da Purificação, com visita ao retábulo em talha dourada, aventuremo-nos por quintas, sítios arqueológicos, equipamentos moageiros, açudes e levadas que acompanham os extensos vales cultivados de Olival.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Olival (j.f.olival@clix.pt)
- Quercus


20 de Junho
Cem anos com a República
09.00H: concentração junto da Junta de Freguesia de Nossa Senhora da Piedade
Distância: 6 Km
Duração: 1.30h
Grau de Dificuldade: Baixo
Ponto de partida: Paços do Concelho, o coração do Município! Vamos reler a cidade sob a perspectiva da história e do fulgor de “Villa Nova de Ourém” nos alvores do séc. XX. A Casa do Administrador (Núcleo expositivo do Museu Municipal) acolhe-nos e transporta-nos aos ambientes e aos episódios locais ao tempo da implantação da República. Seguimos para o Parque Linear, onde exercitamos o corpo, e dali para a Mata Municipal para fruirmos das sombras e da vegetação.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Nossa senhora da Piedade (junta.piedade@oninet.pt)
- Quercus



18 de Julho
Percurso mineiro
09.00H: Concentração Junta de Freguesia de Rio de Couros
Distância: 8 Km
Duração: 3h
Grau de Dificuldade: Médio
Neste percurso iremos percorrer diferentes paisagens agrícolas e florestadas, com passagem por uma lagoa e pelas antigas minas de carvão de Rio de Couros, consideradas como um dos principais emblemas do património industrial do Município.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Rio de Couros (jf.rcouros@iol.pt)


08 de Agosto
Castelo ao luar!
21.00H: Concentração junto da Capela de Santo Amaro
Distância: 7 Km
Duração: 2.30h
Grau de Dificuldade: Alto
Vamos deixar-nos surpreender pelo luar nas terras de Ourém. Por companhia, teremos as estrelas e a lua que iluminará o nosso caminho. Partimos da capela de Santo Amaro rumo ao Centro Histórico. As portas de Santarém saúdam-nos e convidam-nos a revisitar a história de Ourém e do País através do castelo, do Paço dos Condes e de mais monumentos do burgo. Saímos e retomamos viagem ao presente despedindo-nos dos reis, das rainhas, dos condes e de outros ilustres que por ali passaram.
Obrigatório levar lanterna

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias (jf-misericordias@sapo.pt)
- Quercus


05 de Setembro
O miradouro da calçada
09.00H: Concentração junto da União Desportiva de Gondemaria
Distância: 8 Km
Duração: 3h
Grau de Dificuldade: Média
A partir da sede da Freguesia, calcorreamos vales e encostas em direcção ás terras soalheiras da Gondemaria, onde as uvas ganham cor e sabor. No Outeiro da Calçada lançamos olhares sobre os vales e colinas, que evidenciam a orografia dos terrenos e a diversidade das arquitecturas locais.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Gondemaria (gondemaria@mail.telepac.pt)


19 de Setembro
Por mós e milheirais
09.00H: Concentração junto da Junta de Freguesia de Casal dos Bernardos
Distância: 7 Km
Duração: 2.30h
Grau de Dificuldade: Baixo
Desafiámo-lo a palmilhar os vales ao longo de milheirais prontos a desfolhar; a espreitar as cubas e as moendas dos moinhos de ribeira; a bebericar nesta ou na outra fonte; a prospectar os vestígios arqueológicos dispersos pelos terrenos agricultados.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
-Junta de Freguesia de Casal dos Bernardos




17 de Outubro
Ao longo da ribeira… com estórias da mourama
09.00H: Concentração junto da Junta de Freguesia de Ribeira do Fárrio
Distância: 8 Km
Duração: 3h
Grau de Dificuldade: Médio
Ribeira do Fárrio é o mote para uma caminhada pelos trilhos da natureza, da história e da etnografia concentradas nesta Freguesia. Os campos cerealíferos alimentados por ribeiras e por estórias da mourama, conferem-nos sensações de bem-estar e harmonia, indispensáveis ao começo de uma nova semana.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Ribeira do Fárrio (junta.farrio@sapo.pt)


14 de Novembro
Do freixo à Freixianda
09.00H: Concentração junto da Junta de Freguesia de Freixianda
Distância: 8 Km
Duração: 3h
Grau de Dificuldade: Baixo
Entre caminhadas de marcha e paragens por templos religiosos, fontes e vestígios arqueológicos, iremos conhecendo mais sobre as riquezas da Freixianda: a árvore que lhe deu nome, as lendas de encantar, a estrada real, sem nunca esquecer a grandeza do Nabão.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
-Junta de Freguesia de Freixianda (jf.freixianda@gmail.com)


05 de Dezembro
A Arrochela dos romanos
09.00H: Concentração junto da Junta de Freguesia de Espite
Distância: 7 Km
Duração: 2.30h
Grau de Dificuldade: Médio/Alto
Segundo a lenda, existiu ali uma grande povoação que numa noite viria a afundar-se, desaparecendo por completo….O resto será contado ao longo do passeio pelo extenso vale agraciado pelas vinhas, pelos olivais e por vestígios arqueológicos que documentam a villa romana da Arrochela.

Informações e inscrições:
- DECAS - Câmara Municipal de Ourém (ver contacto no fim do texto)
- Junta de Freguesia de Espite (jfespite@gmail.com)





Informações e inscrições gerais:
Câmara Municipal de Ourém - Divisão de Cultura e Desporto
Praça D. Maria II, 1
2490-499 Ourém
Telefone/Fax: 249 540 900/ 249 549068
decas@mail.cm-ourem.pt

Inscrições gratuitas (inclui seguro de acidentes pessoais)
Dados necessários para inscrição: nome completo, data de nascimento e contacto de cada participante.


Calendário de Caminhadas 2009

Câmara Municipal de Sabugal - Caminhadas pelo Interior 2010

“Caminhadas pelo Interior” 2010 - Câmara Municipal de Sabugal

24 de Janeiro
30ª Caminhada pelo Interior - Caminhada de Ano Novo - Ruivina e Nave
9h15 - Concentração na Sede da Junta de Freguesia do Seixo do Côa
9h30 - Início da Caminhada
10h30 - Pequeno-almoço na antiga Escola Primária do Peroficós
13h00 - Almoço na sede da Junta de Freguesia do Seixo do Côa




21 de Fevereiro
31ª Caminhada pelo Interior - Aldeia do Bispo
9h15 - Concentração na Sede da Junta de Freguesia de Aldeia do Bispo
9h30 - Início da Caminhada
10h30 - Pequeno-almoço no Miradouro da Serra da Matança
13h00 - Almoço no Pavilhão do Lar de Santo Antã



21 de Março
32ª Caminhada pelo Interior - Lomba
9h00 - Concentração na antiga Escola Primária da Lomba (e pequeno-almoço)
9h30 - Início da Caminhada
13h00 - Almoço
14h00 - Plantação de árvores



11 de Abril
33ª Caminhada pelo Interior - Bendada
9h00 - Concentração no Largo do Coreto - Bandada
9h15 - Início da Caminhada
10h30 - Pequeno-almoço
13h00 - Almoço na Escola Primária da Bendada



16 de Maio
34ª Caminhada pelo Interior - Ruivós
9h00 - Concentração junto ao Salão de Ruivós
9h15 - Início da Caminhada




27 de Junho
35ª Caminhada pelo Interior - Aldeia da Ponte
9h00 - Concentração
9h15 - Início da Caminhada



31 de Julho
36ª Caminhada pelo Interior - Sabugal
19h00 - Concentração - Largo da Justiça - sabugal
19h30 - Início da Caminhada






22 de Agosto
37ª Caminhada pelo Interior - Forcalhos
08h30 - Concentração - Largo da Associação - Forcalhos
09h00 - Início da Caminhada



19 de Setembro
38ª Caminhada pelo Interior - Pousafoles do Bispo
08h30 - Concentração - Largo do Calvário - Pousafoles do Bispo
09h00 - Início da Caminhada




24 de Outubro
39ª Caminhada pelo Interior - Badamalos
09h00 - Concentração - Largo do Enchido - Badamalos
09h40 - Início da Caminhada



29 de Novembro
40ª Caminhada pelo Interior - Penalobo
09h00 - Concentração - Largo do Toco - Penalobo
09h30 - Início da Caminhada



19 de Dezembro
41ª Caminhada pelo Interior - Baraçal
09h00 - Concentração - Recinto de Festas de Baraçal
09h30 - Início da Caminhada


Inscrições e informações:
Câmara Municipal do Sabugal
Praça da República, 6324-007 Sabugal

Tel. 271 751 040
Tlm 927 530 195
geral@cm-sabugal.pt


Calendário de “Caminhadas pelo Interior” 2009

Calendário de “Caminhadas pelo Interior” 2008

Calendário de “Caminhadas pelo Interior” 2007

Câmara Municipal de Miranda do Douro - Calendário de Caminhadas 2010

Calendário de Caminhadas 2010 - Câmara Municipal de Miranda do Douro



2 de Maio
VII Passeio Pedestre "Xara an Flor"
Organização: Caramónico - Associação para o Desenvolvimento Integrado de Palaçoulo
(ver edição do VI Passeio)



6 de Junho

13º Passeio Pedestre no Planalto Mirandês

4 de Julho
Passeio Pedestre - Águas Vivas


11 de Julho
Rota dos Mouros
Organização: Mirandanças - Associação para o Desenvolvimento Integrado das Terras de Miranda



15 de Agosto
Passeio Pedestre e Almoço Convivio - Genísio

17 de Agosto
Tradicional passeio pedestre de São Martinho até Alcañices

5 de Setembro
Passeio Pedestre à Senhora do Naso - Genísio



Inscrições:
Posto de Turismo de Miranda do Douro
Câmara Municipal de Miranda do Douro

http://www.cm-mdouro.pt

ADXTUR - Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto - Calendário de Caminhadas "A Pé pelos Caminhos do Xisto"



Ciclo de Caminhadas "A Pé pelos Caminhos do Xisto" - ADXTUR- Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto

A ADXTUR- Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto organiza, em colaboração com os seus parceiros, passeios pedestres que decorrem e 25 de Abril próximo até meados de Outubro. Por trilhos que circundam as Aldeias do Xisto, num ambiente que se quer festivo.

Os Caminhos do Xisto são a oportunidade perfeita para se passear por um território encantado, de deslumbres vários e recantos sempre surpreendentes.



25 de Abril
A Pé pelo Caminho do Xisto de Álvaro
Concelho: Oleiros
9h - Concentração njunto da igreja da Aldeia de Álvaro
9h30 - Início da caminhada
18h - Conclusão da actividade
Venha passear por encostas, continuamente acompanhados pela beleza do Rio Zêzere, ao fundo. Por oliveiras, carvalhos, pinheiros, eucaliptos e cerejeiras. Com animais fugidios que alertam para a biodiversidade que por aqui existe. Podem ser percorridos dois percursos, que circundam a Aldeia. São eles, os Caminho do Xisto de Álvaro: "Nos meandros do Zêzere" e "Mui nobre Villa"

Inscrições e Informações: Município de Oleiros - Tel.: 272 681 008 - turismo@cm-oleiros.pt


9 de Maio
A Pé pelo Caminho do Xisto de Benfeita
Concelho: Arganil
Ponto de encontro: pelas 9h30, na Aldeia do Xisto de Benfeita, junto à sua Praia Fluvial.
No domínio do xisto, um percurso deslumbrante e de contornos quase mágicos! Venha saborear a frescura e ver vales perfeitos, num percurso simplesmente fantástico e genuíno! Com passagens em algumas quedas de água fabulosas, como a conhecida 'Fraga da Pena'.
O percurso "A Frescura das Cascatas" atravessa campos de cultivo, num domínio que é de xisto.
Percorre um tipo de relevo característico, vigoroso mas de contornos arredondados, sulcado por vales com grandes quedas de nível, linhas de água encaixadas e onde por vezes se encontram curiosos acidentes geológicos. São assim cerca de 10km sempre acompanhados por bela e fresca vegetação proporcionada por levadas e quedas de água constantes.

Programa
8h45 - Autocarros partem de Arganil, junto ao sub-Paço, rumo a Benfeita
9h - Parte o autocarro de Coja, junto à Casa do Padre, até Benfeita
9h30m - Caminho do Xisto da Benfeita "A Frescura das Cascatas"
Há reforço alimentar na localidade de Sardal (a meio do trajecto).
No fim do percurso: almoço oferecido aos participantes, no Largo da Benfeita.



16 Maio
A Pé pelo Caminho do Xisto de Água Formosa
Concelho: Vila de Rei

23 Maio
A Pé pelo Caminho do Xisto de Sarzedas
Concelho: Castelo Branco



Clicar para ampliar


3 de Julho
A Pé pelo Caminho do Xisto do Gondramaz

11 de Julho
A Pé pelos "Elementos à Solta"
Concelho: Lousã
Aldeias do Xisto da Cerdeira e do Candal, na serra da Lousã
Organizador: Câmara Municipal da Lousã
Inauguração dos Caminho do Xisto da Cerdeira e do Candal destas aldeias.
Aninhadas na serra da Lousã, Candal e Cerdeira são aldeias enigmáticas, quase mágicas.
Em socalcos, há beleza, há paisagens magníficas... É neste ambiente fantástico que poderá fazer um percurso pedestre fabuloso, em plena Serra da Lousã.
Este programa inclui-se na Exposição e Encontro de Artes Elementos à Solta, da Aldeia do Xisto da Cerdeira, onde são mostrados ao público resultados criativos de várias transformações por parte de alguns artistas, que voltam a colocar as matérias-primas transformadas perto das suas raízes.

Programa:
8h – Partida junto ao Parque Municipal de Exposições da Lousã
11h – Chegada e visita à Aldeia do Xisto da Cerdeira (os participantes deverão levar almoço)
14h30m – Regresso à vila da Lousã
16h30m – Chegada junto ao Parque Municipal de Exposições




25 de Julho
A Pé pelo Caminho do Xisto de Ferraria de S. João
Concelho: Lousã
Aldeias da Ferraria de S. João
Organizador: Câmara Municipal da Penela
Bem no extremo sul da Serra da Lousã, esta zona quartzítica promete paisagens fantásticas enquanto se aventura. Nesta aldeia descobre-se como o xisto e o quartzo se casam numa perfeita união. Do alto da sua serra avistam-se paisagens fantásticas. Este é um percurso pedestre de enorme encanto, bastante utilizado quer por antigos habitantes antigos, quer por mais recentes, quer ainda por quem visita a aldeia e gosta de se aventurar e descobrir delumbrantes imagens.
Descubra também a Ferraria de S. João e o seu fantástico percurso pedestre. 



7 de Agosto
A Pé pelo Caminho do Xisto da Barroca
Concelho: Fundão
Organizador: Pinus Verde
Ao percorrer este trilho terá a oportunidade de descobrir os recantos surpreendentes do Zêzere, as escombreiras do Couto Mineiro ou um conjunto de antigos moinhos de água construídos em pedra.
Inserido nas festividades da Semana Cultural das Terras do Xisto, este percurso é um apelo à memória e à história deste local. A Semana Cultural das Terras do Xisto, festa de várias freguesias no concelho do Fundão, traz a estas populações o reviver de tradições, num ambiente festivo, com actividades e artes performativas. São várias as razões para vir a terras do Fundão, descobrir o seu património e participar em actividades lúdicas e inesquecíveis.


15 de Agosto
A Pé pelo Caminho do Xisto de Góis
Concelho: Gois
Organizador:



29 de Agosto
A Pé pelo Caminho do Casal de São Simão e Ferrairia de S. João
Concelho:
Organizador:


5 de Setembro
A Pé pelo Caminho do Xisto do Talasnal
Concelho: Lousã
Aldeias do Talasnal, na serra da Lousã
Organizador: Câmara Municipal da Lousã
É por serras reinantes que se realiza este percurso, por estreitos caminhos, de luxuriante vegetação. Mergulhe no mundo mágico da Serra da Lousã. Este percurso promete fazer sentir o pulsar da terra, vislumbrar casario que recorda costumes e sorrisos ainda vivos. Na imensidão da sua frescura, pode ser que, com alguma sorte, se avistam veados, corços, águias ou javalis. A aldeia do Talasnal, cravada em plena serra, é composta por casas, ruas xistosas e sorrisos. Refresque-se na sua fonte e beba da sua beleza, da sua paisagem.



12 de Setembro
A Pé pelo Caminho do Xisto de Foz do Cobrão
Concelho: Vila Velha de Ródão
Aldeias da Foz do Cobrão
Organizador: Câmara Municipal da Lousã
Lá alto, os grifos. À nossa beira, o rio Ocreza e o fenómeno geológico do Vale Mourão. Uma caminhada fenomenal, dia 12 de Setembro, na Aldeia do Xisto de Foz do Cobrão, Vila Velha de Ródão. É na Foz do Cobrão que se conjuga a paisagem natural esculpida por um Oceano antigo com a imaginação dos homens que ali impuseram a sua cultura agrícola, em socalcos seguros por muros de xisto. É por paisagens magníficas que este percurso pedestre se desenrola. Com uma componente de carreiro muito significativa, o percurso ladeia em grande parte as margens do rio Ocreza e ribeira do Cobrão. Ao longo da caminhada é possível deslumbrar-se o Vale Mourão: uma garganta onde o rio se estreita, tornando-se um local muito belo e que convida a belos momentos no Verão. São cerca de 3h30 percorridas alegremente e em que a vista sai bastante recompensada. 


3 de Outubro
A Pé pelo Caminho do Xisto de Figueira
Concelho: Proença-a-Nova
Aldeias da Figueira
Organizador: Câmara Municipal de Proença-a-Nova
Neste percurso descubra velhas tulhas junto ao Lagar, uma velha ponte ou diversos muretes de xisto. Não se esqueça de visitar o núcleo primitivo da aldeia, em xisto, passe pelo seu forno comunitário, tente-se perder nas suas ruelas ou visite a s sua Loja Aldeias do Xisto. São vários os motivos para que não queira perder esta caminhada, que segue inicialmente junto à ribeira, em direcção ao Lagar, onde se vêem as velhas tulhas e a levada que fazia girar a mó. À vinda, entrando pelo lado Oeste da aldeia, por entre caminhos ladeados por muretes de xisto, passamos a ribeira, bebemos água da fonte e subimos de novo à Aldeia.




10 de Outubro
A Pé pelo Caminho do Xisto de Martim Branco
Concelho: Castelo-Branco
Aldeias de Martim Branco
Organizador: Câmara Municipal de Castelo-Branco
O percurso tem início na entrada da aldeia, entre a malha urbana e passando junto à Casa de Artes e Ofícios. Após as últimas casas atravessa-se a ribeira numa pequena ponte de ferro e atravessa-se a Várzea. Mais adiante voltamos a atravessar a ribeira na ponte da Volta, entrando num novo trilho que acompanha uma levada vinda de um açude cimeiro.
Venha às terras da beira, a Martim Branco e participe nesta caminhada que promete...
Martim Branco é uma Aldeia do Xisto onde o forno comunitário ainda exala o cheiro do pão acabado de cozer. Num terreno de variados relevos, ora altos ora baixos, ora estreitos ora largos, ora arredondados ora bicudos, é neste tipo de paisagem, ora agreste ora meiga, ora nua ora arborizada, onde os matos a custo desabrocham, “que vive Martim Branco”.

31 de Outubro
A Pé pelo Caminho do Xisto de Casal de S. Simão
Concelho: Figueiró dos Vinhos
Aldeias de Casal de S. Simão
Organizador: Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos
Percurso pedestre de Pequena Rota que permite conhecer os locais de maior beleza na envolvente da Aldeia. Depois da passagem pela Aldeia, o trilho leva-nos à maior mancha de sobreiros do concelho. Deslumbre-se com pequenas quedas de água, pintalgadas pelo verde da paisagem ribeirinha. São apenas 5km que vai desejar repetir. Uma óptima experiência num magnífico percurso.


Informações gerais:
ADXTUR - Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto
Tlf. 275 647 700
Tlm. 960 101 873

info@aldeiasdoxisto.pt
http://www.aldeiasdoxisto.pt


Câmara Municipal da Lousã
239 990 370 / 912 217 813
geral@cm-lousa.pt

Câmara Municipal de Penela
Tel.: 239 520 120
Fax.: 239 569 400
cmpenela@cm-penela.pt
www.cm-penela.pt

Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão
Tlf. 272 540 300
geral@cm-vvrodao.pt
http://www.cm-vvrodao.pt

Câmara Municipal de Proença-a-Nova
Tlf. 274 670 000
geral@cm-proencanova.pt
http://www.cm-proencanova.pt

Câmara Municipal de Castelo Branco
Tlf. 272 330 330
turismo.cmcb@mail.telepac.pt
http://www.cm-castelobranco.pt

Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos
Tlf. 236 559 550
gadel@cm-figueirodosvinhos.pt
http://www.cm-figueirodosvinhos.pt

Pinus Verde
Tlf. 275 647 342
pinusverde@pinusverde.pt
http://www.cm-fundao.pt/