sexta-feira, Março 09, 2012

Trilho dos Miradouros na "Arriba Fóssil de Esposende" no dia 11 de Março de 2012


TRILHO DOS MIRADOUROS
.
Esposende -  11 de Março (Domingo) 


Organização: grupo de caminhadas do blogue "Pedestrianismo e Percursos Pedestres"


Local: Arriba Fóssil de Esposende - concelho de Esposende
Local de Inicio e Final do Percurso: Capela de St António (no centro da freguesia de Palmeira de Faro)
Hora de encontro: 9h30
Hora de Partida: 09h45

Distância percorrida: 12 km
Duração aproximada: 5 horas (incluindo almoço)
Grau de dificuldade: Reduzido/Moderado 
Tipo de Percurso: circular

Pontos de interesse: Arriba Fóssil de Esposende,  moinhos de vento e azenhas da Abelheira,  mamoa da Portelagem,  vistas da costa/litoral de Esposende, Castro de S. Lourenço, Monte do Faro,  capela de St António, capela de Nª Senhora da Paz, Palmeira de faro, minas abandonadas de volfrâmio, etc

Material necessário/recomendado: água, sapatilhas de montanha e roupa adequado a caminhar no campo/natureza e à meteorologia do dia

Levar almoço volante e água.

Inscrições gratuitas  

Todas as inscrições são online e no seguinte formulário:
https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dHZHbGFPQm9ES1FiSDB6V3BQbkFKdEE6MA#gid=0






Roteiro do Percurso:
Este percurso terá o seu início no adro da Capela de St António, no centro da povoação de Palmeira de Faro. Subir-se-á até ao cimo do Monte de Faro, aonde se avista uma impressionante paisagem do oceano Atlântico e toda a zona costeira entre Esposende e Póvoa de Varzim, a sul, e o Bom Jesus de Braga, a este. Em alusão à toponímia, em tempos possivelmente medievais, no cimo do monte de Faro existiria um farol (ou faro), que guiaria os navegantes pelo alto-mar. Em algumas das vertentes deste monte também existem pequenas minas que apenas foram exploradas durante a IIª Guerra Mundial em busca do volfrâmio.
Deixando o Monte de Faro prosseguir-se-á pelo coberto florestal até ao Castro de S. Lourenço. Este aprazível castro, cuja primeira ocupação data de meados do IIIª milénio A.C. foi sendo habitado ao longo dos séculos de modos diferentes, como o atesta as suas habitações com formas e materiais diversos. Algumas das casas foram reconstruídas no final do séc. XX. Junto, uma capela, já mencionada em registos do séc. XVI (mas que entretanto foi bastante alterada), rodeado por uma muralha, possibilita-nos usufruir de uma bela panorâmica da costa atlântica de Esposende e do estuário do rio Cávado. Mais informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/Castro_de_S%C3%A3o_Louren%C3%A7o.

Castro de S. Lourenço
(clicar para ampliar)



 Castro de S. Lourenço
(clicar para ampliar)



Castro de S. Lourenço
(clicar para ampliar)


Sair-se-á então em direcção à povoação da Abelheira, passando pela ribeira de Peralta, visitando à frente a "Mamoa da Portelagem" (saber mais: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anta_da_Portelagem_e_Mamoas_do_R%C3%A1pido), um dos mais importantes dólmenes nesta região, onde se apresentam tão comuns. Pouco depois chegamos aos pitorescos moinhos de vento e azenhas da Abelheira, dispostos como que em cascata sobre a encosta. De seguida almoçaremos nesse lugar.

Moinhos de vento da Abelheira
(clicar para ampliar)


Moinhos de vento da Abelheira - Postal antigo
(clicar para ampliar) 



Já com as forças restabelecidas regressamos então até ao castro de S. Lourenço, onde aí podemos desfrutar de uma ampla área de lazer nas imediações.
Regressamos à povoação de Palmeira de Faro, onde o percurso finaliza.


Anta da Portelagem
(clicar nas imagens para ampliar)




Como chegar a Palmeira de Faro:
a) para quem vem pela A28 de norte ou sul do concelho de Esposende
Sair na saída que menciona Esposende. Seguir em direcção à cidade de Esposende. Logo que chega à 1ª rotunda (cerca de 1km depois) vira-se logo na 1ª à direita, aonde menciona "Zona Industrial". Depois segue-se duas ou três centenas de metros até entrocar com a estrada nacional Esposende-Barcelos/Braga. Aí vira-se à direita em direção a Barcelos/Braga e cerca de 1km depois passa-se por baixo da A28 e uns duzentos metros depois surge logo a 1ª entrada à esquerda para o centro de Palmeira de Faro. Entra-se nessa rua e segue-se sempre em frente até chegar à capela de St António, no centro de Palmeira de Faro.

Localização da  Capela de St António, em Palmeira de Faro
(clicar no mapa para ampliar)





Contactos:
Tlm.. 96 5683938 ; 91 4279361 ; 93 3872245



domingo, Janeiro 01, 2012

ADEFACEC - Calendário de Actividades 2012 da secção de Pedestrianismo


Calendário de Actividades 2012
- ADEFACEC - secção de Pedestrianismo (blogue)


18/19 de Fevereiro
Montanha, Beira e Tradições
Local: Celorico da Beira
Organização: Adefacec/C.M. Celorico da Beira
Histórica vila da Beira Alta. Nas investidas com os Muçulmanos e Castelhanos, formava, juntamente com Trancoso e Linhares, um poderoso triângulo defensivo. O seu centro histórico mantém ainda este ambiente medieval, com as suas casas graníticas com portais góticos, janelas manuelinas, gárgulas e mísulas salientes nas paredes.
Devido à elevada qualidade dos seus queijos, Celorico da Beira é conhecida como “A capital do queijo da serra da Estrela”
E será neste local, privilegiado pela natureza, que teremos a possibilidade de caminhar e calmamente, conhecer, durante dois dias, alguns costumes enraizados em ancestrais tradições e simultaneamente, maravilharmo-nos com a simpatia das pessoas e a singularidade de idílicas paisagens!

3 de Março
Talasnal, O xisto, O Vale e a Serra
Local : Lousã
Marcha comemorativa dos 15 anos de atividades de montanha da Adefacec
Forte dicotomia entre as gentes do vale e os serranos. Enquanto para os primeiros o centro da sua identidade era a vila da Lousã, para os últimos existiam fortes raízes à terra e sobretudo um acentuado vínculo umbilical, diríamos, quase sagrado, não à vila, mas sim à serra.
Ocupando quase um terço do município, a Serra da Lousã, marca a extremidade sudoeste do mais importante bloco montanhoso do pais, constituindo por isso, o elemento essencial, do relevo das Beiras.
Vista de longe, com a serra da Lousã (ponto mais alto o Trevim a 1204 metros) a servir-lhe de fundo, o Talasnal, tem um aspeto, no mínimo, curioso. O casario forma no seu conjunto, uma linha sinuosa, tendo como ponto fulcral o largo da fonte. As casas, em xisto, erguem-se umas a seguir as outras, formando estreitas e simétricas vielas que se vão esfumando na verdura da encosta acima...
Foi na Serra do Geres que a 01 de Março de 1997, os pioneiros do montanhismo da Adefacec, desenvolveram a sua primeira marcha de montanha. Hoje, passados 15 anos, queremos comemorar esse dia memorável que indiscutivelmente catapultou e dinamizou o montanhismo/pedestrianismo no seio da Associação Desportiva e Cultural da Efacec - Adefacec.

25 de Abril
Marcha da Liberdade
Local: Fafe
Organização: Restauradores em parceria com a Adefacec
O desejo e prazer de participar nesta caminhada pelas serranias de Fafe, mantém bem viva a chama da Liberdade e da sua simbologia, no dia em que saudámos a revolução dos cravos.
...E do “Coro da Primavera” de Zeca Afonso, fazemos a essência do nosso convite:
“Que venham lavradeiras, mondadeiras deste campo em flor; venham de mãos dadas enlaçadas semear o amor”
Todos os amantes da Natureza da aventura e da liberdade serão os nossos convidados!

5 de Maio
Lendas e Encantos do Alvão
Local: Serra do Alvão
Com gestão do Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB) criado em 1983, o Parque Natural do Alvão é uma área protegida que fica situada entre os concelhos de Mondim de Bastos e Vila Real.
Como património natural destacamos as cascatas naturais de Agarez, de Galegos da Serra, as fisgas de Ermelo e o vale da Campeã.
Nas zonas mais elevadas do Alvão era possível avistar com frequência a emblemática águia-real, hoje praticamente extinta. No entanto, ainda subsistem no interior do parque diversas espécies faunísticas, típicas da montanha. E o caso do lobo, gato-bravo, toupeira de água e do falcão-peregrino.
Destaque ainda para o tipicísmo de aldeias como Lamas de Ôlo, Ermelo, Agarez, Galegos da Serra e Barreiro onde ainda se vêm casas tradicionais construídas em xisto, granito e cobertas a colmo.
O recolher, ao fim do dia, do gado maronês ainda constitui uma de algumas tarefas rurais, como as malhas do centeio, do milho e do feijão, as desfolhadas e as vessadas (preparação da terra para a próxima sementeira). A matança do porco, o fabrico do pão e a confeção do fumeiro, completam o dia a dia dos seus habitantes.

16 de Junho
A Princesa da Serra
Local: Gralheira
Situada em plena serra de Montemuro nos limites de Cinfães, entre Castro Daire e Resende. Sede da freguesia mais alta de Portugal (1103 metros). Noutros tempos chamou-se Agralheira que em português antigo significava local desabrido, áspero, infértil. A sua fundação remonta ao tempos dos Godos. Pertence ao concelho de Cinfães, distrito de Viseu, possuindo atualmente cerca de 205 habitantes. Porque desde longínqua data foi a mais produtiva e desenvolvida aldeia de entre todas as que a rodeiam, ficou conhecida como a “Princesa da Serra”. Estamos a falar da Gralheira.
A criação do gado, vacum, caprino e ovino constitui a sua principal fonte de riqueza, sendo uma região repleta de lameiros e de ferteis pastagens. As árvores predominantes são o carvalho, o amieiro, o salgueiro e o vidoeiro. Na classe de arbustos encontramos a piorna, a giesta e a urgueira.
Os rios Cabrum e Bestança conferem indiscutivelmente o toque sublime de beleza e tranquilidade a trilhos e locais, oferecendo-nos, a cada passo, paisagens verdadeiramente paradisíacas!

15 de Setembro
O Vale dos Cavalos
Local: Côta
Limitado a norte por Castro Daire, a nordeste por Vila Nova de Paiva, a leste por Satão e Penalva do Castelo, a sueste por Nelas, a sudoeste por Tondela, a oeste por Vouzela e a sul por Carregal do Sal - Viseu - Capital de distrito que, segundo um estudo da DECO, ocupa a 17ª posição entre as cidades europeias com melhor qualidade de vida.
As suas origens remontam à época castreja, tendo com a romanização, ganho uma maior importância, devido ao entroncamento de várias estradas romanas.
Associada à figura de Viriato – heroi lusitano - que viveu “enclausurado” entre as serras do Caramulo, Buçaco, Estrela, Leomil e Montemuro, as quais constituíram defesas naturais praticamente intransponíveis.
Este trilho proporciona aos pedestrianistas a passagem em diversos pontos de interesse, ligados à fauna, flora e património local edificado. Destacamos áreas de pastagens, antigos viveiros, casas típicas de mestres e guardas florestais, núcleos de espigueiros, nascentes de água, moinhos e represas.
Trata-se de um trilho onde poderá apreciar toda uma envolvente paisagística de singular e rara beleza.

27 de Outubro
Festa da Castanha e dos Cogumelos
Local: Braga
Organização: Associaçao Juvenil Aventura na Saude/Adefacec
Parceria: Adefacec
Conhecer mais de perto o cogumelo e a disciplina que o estuda - A micologia.
Caminhando, apanharemos cogumelos que depois de bem limpos serão catalogados e expostos. Posteriormente, serão explicadas, detalhadamente, por técnicos credenciados, as suas qualidades, aplicações, diversidade, diferenças e semelhanças.
Nesta atividade temática, ainda teremos a oportunidade de desfrutar do prazer de novos aromas e sabores trazidos para a mesa por especializados mestres da boa cozinha tradicional portuguesa!

1 Dezembro
Marcha/Festa de Encerramento
Local: Ponte de Lima
Organização: Adefacec
Elegemos, para a nossa marcha/festa de encerramento, a Vila mais antiga de Portugal e também umas das mais bonitas.
Trata-se de um local onde a beleza dos trilhos, o património edificado e preservado, aliado aos usos e costumes das populações, constituem uma referência.
Onde a gastronomia é sobejamente apreciada...
Ponte de Lima ficará certamente no baú das nossas melhores recordações!


Inscrições e Informações:
secretariaAdefacec@efacec.pt
Tlf. 229562433
Tlm 917 159 204 ; 917 449 907

https://sites.google.com/site/adefacec/

http://comabrisadamontanha.blogspot.com



Calendário de Caminhadas: 2007 / 2008 / 2009 / 2010 / 2011

Amigos da Montanha - Calendário de Actividades 2012 da Secção de Pedestrianismo


Calendário de Caminhadas 2012 - Amigos da Montanha - Secção de Pedestrianismo


21 de Janeiro       
Percurso Ponte da Barca       
Local: Ponte da Barca   
  
18 de Fevereiro
Percurso Pedestre
Local: Fafe

17  de Março       
Percurso Montalegre       
Local: Montalegre   

21  de Abril 
Percurso Ponte de Lima    
Local: Ponte de Lima

28  de Abril      
Caminhada para crianças       
Local: Barcelos

19 de Maio       
Percurso Pedestre Arouca       
Local: Arouca

23  de Junho       
Percurso Pedestre Melgaço       
Local: Melgaço

14  de Julho      
Caminhada Nocturna       
Local: Barcelos

15  de Setembro      
Percurso Pedestre Amarante       
Local: Amarante

29  de Setembro      
Caminhada para crianças       
Local: a designar

10  de Novembro       
Percurso Viana do Castelo       
Local: Viana do Castelo

13  de Outubro       
Percurso Pedestre Amares       
Local: Amares


Contactos:
Amigos da Montanha
Rua Custódio José Gomes Vilas Boas, 29
4755-059 Barcelinhos – Barcelos
pedestrianismo@amigosdamontanha.com
Website

https://www.facebook.com/amigosdamontanha

Calendário de Caminhadas:  2007  / 2008 / 2009 / 2010 / 2011

Câmara Municipal de Carrazeda de Ansiães - Calendário de Caminhadas 2012

Calendário de Caminhadas 2012 - Câmara Municipal de Carrazeda de Ansiães

3 de Março
Trilho de Linhares
Distância: 4,9 km

1 de Abril
Trilho da Foz do Tua
Distância: 9,8 km

22 de Abril
 Trilho da Pala da Moura
Distância: 10,3 km

13 de Maio
Trilho do Castelo
 Distância: 5,5 km

3 de Junho
Trilho da Fraga da Ferraduras
Distância: 12,7 km




 Contactos:
 Rua Jerónimo Barbosa 5140 –077 
Carrazeda de Ansiães
Telf.: 278 610 200 
cmcrz.cultura@mail.telepac.pt
www.cm-carrazedadeansiaes.pt  
http://www.cm-carrazedadeansiaes.pt/

Ténis Clube de Lamego - secção de Pedestrianismo - Calendário de caminhadas 2012

Calendário de Caminhadas 2012 do Ténis Clube de Lamego - secção de Pedestrianismo


   
15 de Janeiro
Rota dos Reis




19 de Fevereiro
Rota do Entrudo

18 de Março
Rota das Aldeias Perdidas


22 de Abril

Rota dos Moinhos


26 de Maio
Rota do Douro-Sul


16 de Junho
Rota d'El Rei

22 de Julho
Rota do Balsemão

19 de Agosto
Rota dos Remédios

23 de Setembro
Rota das Vindimas

28 de Outubro
Rota da Castanha

25 de Novembro

Rota de Inverno  


Contactos:
Clube de Ténis de Lamego
Urbanização Quinta de S.Vicente
Lote 36-A R/c Direito
5100 Lamego

http://www.tenisclubelamego.com

Rui Ramos
Telf: 918 369 750
ruidramos@gmail.com


Calendário de caminhadas: 2007 / 2008 / 2009 / 20102011

Câmara Municipal de Lamego - Calendário de Caminhadas 2012


Calendário de Caminhadas 2012 - Câmara Municipal de Lamego


Centro Municipal de Marcha e Corrida de Lamego


15 de Janeiro
Rota dos Reis



19 de Fevereiro
Rota do Entrudo


29 de Fevereiro
Caminhada na freguesia de Cepões


18 de Março
Rota das Aldeias Perdidas




25 de Março
Rota das Cerejeiras em Flor


26 de Março
Caminhada na freguesia de Figueira


15 de Abril
Rota dos Ferreiros



21 de Abril
Caminhada Viva +



22 de Abril
Rota dos Moinhos

 

26 de Maio
Rota do Douro-Sul


10 de Junho
Rota Varandas do Douro

16 de Junho
Rota d'El Rei

22 de Julho
Rota do Balsemão

19 de Agosto
Rota dos Remédios

9 de Setembro
Rota Varandas do Douro à Serra

23 de Setembro
Rota das Vindimas

28 de Outubro
Rota da Castanha

11 de Novembro
Rota de Trilhos dos Ferreiros

25 de Novembro

Rota de Inverno

23 de Dezembro
Rota de Caminhada de Natal





Contactos:
Centro de Marcha e Corrida de Lamego
Pavilhão Álvaro Magalhães
Rua das Chagas
Lamego

marchaecorridalamego@gmail.com

Tlf. 254619059

http://www.cml-marchacorrida.org




Calendário de Caminhadas 2010 / 2011

Lousitânea – Associação de Defesa da Serra da Lousã - Calendário de Caminhadas 2012

Calendário de caminhadas 2012 da Lousitânea – Associação de Defesa da Serra da Lousã


14 de Janeiro
Caminhada “Trilho do Vale Encantado”
Caminhada linear com cerca de 6km, tem início pelas 10h00 junto ao Lagar da Cabreira. 
Ao longo da caminhada podemos observar um lagar de azeite, tulhas (construções em xisto que serviam para armazenar as azeitonas até o azeite ser feito) e a riqueza da fauna e flora envolvente, onde podem ser encontrados javalis ou raposas. Não esquecendo claro, as quedas de água ou até os moinhos junto das linhas de água.
Aproveite ainda neste dia e visite o Museu do Corterredor.
 



25 de Fevereiro 
Caminhada Trilho das Minas
Com ponto de encontro pelas 9h, junto do Posto de Turismo de Góis a caminhada com cerca de 4,2 km, vai proporcionar aos participantes a passagem junto aos vestígios das antigas minas de vulfrâmio. Participe connosco, nesta que é mais uma das caminhadas da Rede de Percursos Pedestres do Concelho de Góis.




22 de Maio 

Caminhada de interpretação da natureza na Ribeira do Mouro.
Comemoração do Dia Internacional da Biodiversidade

11 de Agosto
Trilho do Vale Encantado
Esta caminhada está integrada nas Comemorações da FACIG.



Inscrições
- Nome, contacto telemóvel
- Para os sócios da Lousitânea – nº de sócio
As inscrições poderão ser feitas através:
Tel.: 235 77 86 44
lousitanea@gmail.com

http://lousitanea.org/


Calendário de Caminhadas 2011

Calendário de Caminhadas 2007

Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta - Calendário de Caminhadas 2012

Calendário de Caminhadas 2012 - Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta


Toca Andar - Caminhadas pedestres pelos trilhos do concelho.

25 de Fevereiro 
O Ponto de Encontro para é o Gimnodesportivo Municipal.



31 de Março

28 de Abril 

26 Maio 
 
9 de Junho
Passeio pedestre pela Calçada de Alpajares
Distância: 14 Km
Dificuldade: Média/Baixa
Por montes e vales serpenteados pelo Douro, por caminhos marcados pela flora e paisgens moldadas pela Geologia, por recônditos arqueológicos e pré-históricos...
É este o cenário natural do VIIº Passeio pedestre Caminhos do Douro, pela Calçada de Alpajares.
Um percurso guiado por especialistas em Geologia, Botânica e Arqueologia.
e acompanhado pelo som da gaita de foles e Burros de raça mirandesa,
Programa:
08h30 Concentração junto à Câmara Municipal
09h00 Saída de Freixo - Transporte até ao Penedo Durão
09h15   Mata-bicho - Miradouro do Penedo Durão
10h00   Início da Caminhada
15h00   Almoço ao ar livre
Castro de São Paulo




30 Junho 

28 Julho   

25 Agosto 
As inscrições podem ser efectuadas no Pavilhão Gimnodesportivo.



Contactos:
Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta
Av. Guerra Junqueiro
5180-104 Freixo de Espada à Cinta

geral@cm-freixoespadacinta.pt
http://www.cm-freixoespadacinta.pt/ 


Calendário de Caminhadas 2011

Câmara Municipal de Esposende - Calendário de caminhadas em 2012


Calendário de Caminhadas em 2012 - Câmara Municipal de Esposende


29 de Janeiro
Caminhada Caminho de Santiago I
A concentração está marcada para as 9h00, nas Piscinas Foz do Cávado, em Esposende


26 de Fevereiro 
Caminhada Caminho de Santiago II
A concentração está marcada para as 9h00, nas Piscinas Foz do Cávado, em Esposende
Distância: 14 Km
Grau dificuldade: Médio
Percurso efectuado pelos Caminhos de Santiago no Concelho de Esposende, desde a Cidade de Esposende  até à  Freguesia de Antas, passando por caminhos agrícolas  e zona de pinhal junto ao Rio Neiva. Observação de importante património edificado, capela de S. Sebastião e S. João, na Freguesia de Marinhas, Quinta António Correia de Oliveira, Capela da Sr.ª dos Remédios e do marco do Caminho de Santiago, na Freguesia de Antas. 



25 de Março

Caminhada “Natureza, Património e Doçaria de Fão”
Distância: 10 km
Dificuldade: Fácil


29 de Abril
Caminhada “À descoberta da Arriba”
Distância: 16 km
Dificuldade: Média/Alta
Este evento pretende assinalar o aniversário do "Banco local de Voluntariado - Esposende" e promover o património local.

 
27 de Maio

Caminhada “Entre as Masseiras: de Esposende à Póvoa de Varzim”

Distância: 14 km
Dificuldade: Fácil/Média
Concentração: Praia da Couve, Apúlia, 09h30





Contactos:
Câmara Municipal de Esposende
Serviços F. Desporto
Esposende 2000, E. M. - Piscinas Foz do Cávado e Municipais de Forjães
Tlf. 253964182 - Tlm. 969857 842
esposendemovimento@gmail.com

http://www.cm-esposende.pt/



Calendário de Caminhadas em 2007 / 2009 / 2010 / 2011

Câmara Municipal de Castelo de Vide - Calendário de Caminhadas 2012


Calendário de Caminhadas 2012 - Câmara Municipal de Castelo de Vide


18 de Março
Caminhada à Barragem da Póvoa e Meadas




17 de Maio
Caminhada Avós e Netos




28 de Maio

Marcha do Coração








Inscrições e Informações:
Posto de Turismo de Castelo de Vide
Rua Bartolomeu da Santa
Castelo de Vide
Tel.: 245 901 361
Fax: 245901827
turismo.castvide@mail.telepac.pt


Gabinete de Desporto da Câmara Municipal de Castelo de Vide
Tel. 245 905 834
E-mail: gdesporto.cmcv@sapo.pt


Calendário de Caminhadas 2006  / 2007 / 2008 / 2009 / 2010 / 2011

Câmara Municipal de Caminha - Calendário de Caminhadas 2012

Calendário de Caminhadas 2012 - Câmara Municipal de Caminha

11 de Fevereiro 
Percurso pedestre "Por Terras de Dem""
Concentração: Junta de Freguesia de Dem, às 14h
Extensão: 7,5 km
Grau de dificuldade: fácil
Duração: 3h30.
Ao longo do percurso, os participantes vão percorrer os antigos caminhos que os romeiros de Dem utilizavam para chegar ao santuário de S. João d'Arga, subindo serra acima, desde o Lugar de  Boucinha até ao típico Lugar de Felgueiras, em Arga de s. João. No regresso, pela Encosta do Carvalho, onde outrora se faziam as descidas do gatenho, será visitado o Penedo Redondo, e no Lugar da Aldeia, serão visitados os moinhos das Ínsuas e do Cubanço e o passadiço que outrora ligava as duas margens do ribeiro. É de referir que este percurso é um dos mais peculiares que o CISA já organizou, já que culmina com uma visita a um atelier de trajes tradicionais, onde os participantes poderão apreciar as técnicas tradicionais de tecelagem e confecção dos trajes à lavradeira da Serra d'Arga, e que contará com a presença das artesãs da freguesia de Dem.


11 de Fevereiro 
Percurso pedestre "Por Terras de Dem""
Concentração: Junta de Freguesia de Dem, às 14h
Extensão: 7,5 km
Grau de dificuldade: fácil
Duração: 3h30.
O percurso tem uma extensão de 8 km. Esta atividade integra ainda um ateliê de trajes regionais, que permitirá apreciar as técnicas tradicionais de tecelagem e confeção dos trajes à lavradeira da Serra d'Arga.
Esta atividade integra a programação da iniciativa "Lampreia do Rio Minho - Um prato de excelência".

17 de Março 
Pelo Caminho de Lamela - Percurso Pedestre
Centro de Interpretação da Serra d'Arga - Arga de Baixo - 9H00
Esta atividade permitirá aos participantes adquirirem alguns conhecimentos sobre a geomorfologia, a geologia estrutural, a mineralogia e a atividade mineira histórica daquela área da Serra d'Arga.
Actividade inserida no âmbito do fim-de-semana gastronómico de Caminha

31 de Março 
Vamos ao Moinho - Percurso Pedestre
Centro de Interpretação da Serra d'Arga - Arga de Baixo - 14H00
Com uma extensão de 6 km, este percurso vai permitir aos participantes aprender a identificar diferentes espécies de plantas silvestres no seu meio natural e a caraterizar o seu potencial medicinal e gastronómico.
Assinala o Dia Internacional dos moinhos que se comemora a 7 de abril

14 de Abril 
Percurso Botânico Interpretado sobre Plantas Silvestres
Parceria com Carlos Venade
Orbacém - 14H00
Com uma extensão de 6 km, este percurso vai permitir aos participantes aprender a identificar diferentes espécies de plantas silvestres no seu meio natural e a caraterizar o seu potencial medicinal e gastronómico.


Contactos:
Câmara Municipal de Caminha
Divisão de Abastecimento Público, Ambiente e Serviços Urbanos (DAPASU)
Tlfs 258 721 708 e 258 710 300
dapasu@cm-caminha.pt

Centro de Interpretação da Serra d'Arga - CISA
cisa@cm-caminha.pt

http://www.cm-caminha.pt


Inscrições gratuitas e obrigatórias



Calendário de Caminhadas 2009 / 2010 / 2011

“Percorrer Montejunto(s)” 2012 promovido pela Câmara Municipal do Cadaval

 Caminhadas “Percorrer Montejunto(s) 2012 - Câmara Municipal do Cadaval e Centro de Interpretação Ambiental da Paisagem Protegida da Serra de Montejunto


9 de Junho (Sábado)
Passeio dos Castros
Distância: 10 km
Ponto de partida: junto à igreja de Pragança (14h30)

17 de Junho (Domingo)
Rota dos Moinhos
Distância: 10 km
Ponto de partida: junto à igreja de Vilar (9h30)

7 de Julho (Sábado)
Passeio Aldeias Serranas
Distância: 6 km
Ponto de partida: Vilar (14 horas)

22 de Julho (Domingo)
PR - Encostas da Serra
Distância: 10 km
Ponto de partida:Casa da Serra (9h30)

9 de Dezembro (Domingo)
“Trilho do Cercal”
Distância: 12 km
Ponto de partida: junto à Fonte de D. Maria I, no Cercal (9 horas)

 Inscrições e informações:
Serviço de Turismo da Câmara Municipal de Cadaval
Tlm. 91 678 26 28

Centro de Interpretação Ambiental da Paisagem Protegida da Serra de Montejunto
telemóvel - 91 678 26 28
Telefone - 262 777 888

pcampismo@cadaval.org

http://www.cm-cadaval.pt




“Percorrer Montejunto(s)” 2007 / 2008 / 2009 / 2010