segunda-feira, Julho 30, 2007

Mais de 10 mil participantes em Matosinhose Leça da Palmeira, durante os 4 meses da primeira iniciativa "Põe-te a Mexer.. .. nas Marginais"


"Com nove caminhadas, entre 6 de Maio e 29 de Julho de 2007, a 2º edição do "Põe-te a mexer.. nas Marginais", organizada pela Câmara Municipal de Matosinhos juntou «mais de 10 mil pessoas», acompanhadas por técnicos de desporto e de saúde, e mostrou «que as marginais de Leça da Palmeira e Matosinhos são excelentes para a prática de desporto informal, ligado às questões da saúde e do combate à vida sedentária», como referiu Guilherme Pinto, presidente da Câmara de Matosinhos.

A iniciativa "Põe-te a mexer" pára em Agosto mas regressa em Setembro, com o "Põe-te a mexer... nos Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos" para ficar até Agosto do próximo ano. «Nos meses de Inverno, a actividade será transferida para o Pavilhão de Congressos, com mini-caminhadas, aulas de aeróbica, ginástica, etc, para não se perder o hábito do desporto», disse Guilherme Pinto.


«Com vários milhares de pessoas aqui, conseguiu-se o objectivo essencial - marcar um encontro com alguma actividade física todos os domingos. A generalidade dos participantes não é desportista», acrescentou. É o caso de Maria José Silva, de Arcozelo, Vila Nova de Gaia. «Não faço outro exercício além das caminhadas», contou. «Faz bem à saúde», acrescentou o marido, Joaquim Sousa Leite. «Podíamos fazer isto em Espinho, mas nasci lá e quando os amigos me vêm só me querem levar para o café», disse. Aderiram à iniciativa matosinhense e só faltaram quando choveu. «Temos de vir de mota...» Manuel Fernandes também se faz à estrada em duas rodas, sem motor. De bicicleta, percorreu dezenas de quilómetros de Esmoriz a Matosinhos. «A actividade física contribui para o bem-estar», disse. «Mas convém dar alguma continuidade ao exercício durante a semana. Só assim se tira benefícios físicos e mentais», acrescentou. Uma lição para Miguel, oito anos, e Daniela, 14. «Foi a primeira vez que vim. Já tinha ouvido falar e gostei», disse, enquanto o irmão se entretinha a 'driblar' com uma garrafa de plástico. Quer ser futebolista quando for grande e levanta a camisola para mostrar que está em forma. Pedro, 10 anos, só faltou a uma caminhada. «Foi no dia dos meus anos», explicou. O pai despertou-lhe o gosto pelos passeios, mas é o exemplo de dois tios, guardas-prisionais, que quer seguir profissionalmente.

Este projecto teve como principais objectivos: promover o gosto pela prática da actividade física; promover o convívio entre a população de diferentes faixas etárias, sexo e condição social; ocupar os tempos livres de uma forma alegra e saudável; promover a criação de hábitos de vida saudáveis; e incutir a noção da relação positiva entre a prática da actividade física e a melhoria da qualidade de vida."



Fontes:
Texto -
Jornal de Notícias - 30-7-007
Imagem - Câmara Municipal de Matosinhos



Sem comentários: