terça-feira, março 06, 2007

Percurso Anual do blogue Pedestrianismo – Serra do Caramulo – Vouzela, 22 de Abril.


Percurso Anual do blogue Pedestrianismo e Percursos Pedestres


Data: 22 de Abril de 2007 ( 9 horas - hora de encontro)
Local: Serra do Caramulo - Concelho de Vouzela
Percurso: Trilho da Penoita
Distância: ~14 kms
Inscrições :
pedestrianismo [arroba] gmail.com
O percurso é grátis (não inclui transporte, almoço e seguro).
Coordenação : Fernando Vilarinho e Paulo Loureiro.

Cartaz da Caminhada - Clicar para ampliar


Programa:

9h00 Encontro em Vouzela (junto à Igreja Matriz) e depois saída para a aldeia de Covas (a uns 15 min. de carro).
10h00 Início de percurso na aldeia de Covas (quem preferir pode ir directamente a esta povoação)
12h15 Almoço no parque das Merendas (cada participante traz o seu almoço)
13h00 Retoma do Percurso
15h15 Chegada de novo a Covas.
(Opcional) 'Lanche' em Vouzela no final.


Descrição do Percurso:

O percurso será iniciado na aldeia de Covas (a cerca de 850 metros), uma aldeia tipicamente beirã. Construída com a matéria-prima mais à mão, assim foram-se erguendo as casas, os currais, os muros, os canastros, as fontes, que no seu conjunto formam esta maravilhosa serra. Prossegue-se para norte em direcção a Adsamo, que lhe dista a cerca de 1 km. Aldsamo é uma aldeia onde as construções de pedra e madeira continuam a predominar. Dirigindo-nos para nordeste o percurso apresenta na primeira fase uma descida gradual. Do lado direito podemos apreciar uma extraordinária paisagem sobre o vale do Rio Vouga. Pouco depois passar-se-á uma capela com umas alminhas.

Menos de três quilómetros adiante ingressa-se na frondosa Mata da Penoita, onde o percurso já é ligeiramente ascendente. Este local, que abrange a maior mancha de Carvalhos plantados da região, abrange uma área com cerca de 2,5 km². Nesta mata, podemos apreciar um belo exemplo da conjugação entre a vegetação e o relevo, resultando num dos locais mais deslumbrantes e aprazíveis do concelho de Vouzela. Em breve estaremos no parque de Merendas da Penoita, onde almoçaremos.

Retomada a marcha, seguimos o caminho florestal para sul que atravessa toda a mata da Penoita. Não muito longe encontraremos um fenómeno da Natureza muito interessante: uma pedra em forma de barca, forma essa que lhe dá o nome de “Pia de Barca”. Prossegue-se até encontrar o Dólmen da Malhada de Cambarinho, também conhecido pelos pastores como a “casa da orca". É uma anta que se situa não muito longe do rio Alfusqueiro, a 875 metros de latitude.

Continuamos em direcção à aldeia de Covasa (aldeia onde iniciámos o percurso), com o percurso a apresentar uma subida gradual, por um trilho que nos leva a atravessar algumas linhas de água. Perto de Covas situa-se o Bicão dos Conqueiros, classificado pelo renomeado geógrafo Amorim Girão como Menir, sendo que na altura será decidido a visita ou não.


Dólmen da Malhada do Cambarinho - Monumento megalítico com câmara e corredor. Na câmara sobrevive um esteio, enquanto que no corredor são visíveis onze, cinco do lado norte e seis do lado sul. A exploração empreendido por Amorim Girão neste monumento permitiu recuperar um pedaço de cristal de rocha , uma ponta de seta em sílex, carvão, e fragmentos de cerâmica.

Fauna - A riqueza da fauna deve muito à diversidade de ecossistemas que aqui se preservam - bosques, charcos, montanha e prados. De elevado valor conservacionista, estes nossos bosques albergam no seu interior uma grande diversidade de espécies animais, onde se destacam as aves, como o pica-pau-malhado-grande, pica-pau-verde, o peneireiro e a coruja-do-mato. Os mamíferos são difíceis de observar, em especial pelos seus hábitos essencialmente nocturnos e a sua presença é mais constatada pelos vestígios que deixam. Nas linhas de água é possível encontrar alguns anfíbios como a rã verde ou a singular salamandra-lusitânica e nos charcos o tritão-de-ventre-laranja. Entre os amontoados graníticos são frequente os bandos de corvos, os tartaranhões, que sobrevoam os matagais à procura de alimento, e os 'estáticos' sardões.

Flora - A paisagem agreste da montanha (Serra do Caramulo), o verde intenso do bosque, os prados de montanha, os montados graníticos, as águas cristalinas dos riachos e as águas paradas do charcos caracterizam este percurso de grande diversidade biológica .
Na Mata de Penoita, uma da maiores e mais belas manchas arbóreas do concelho, desenvolvem-se espécies florestais de folha caduca como o carvalho, o castanheiro e bétula, e no Outono diversas espécies de cogumelos.
A partir da Malhada do Cambarinho, no caos de blocos graníticos, abundam o tojo, as urzes e a giesta. De Abril a Novembro é ainda frequente observar, brotando da terra, juntos dos caminhos, os frágeis endemismos ibéricos, Crocus carpetanus. Uma presença habitual nestes prados é a Dactylorhiza maculata L., uma espécie de orquídea a muito rara e bela.


Nome do Percurso: Trilho da Penoita
Entidade que o Implementou e o Gere:
Câmara Municipal de Vouzela
Âmbito do Percurso:
Paisagístico / Ecológico / Arqueológico
Tipo de Percurso:
Pequena Rota - Circular
Ponto de Partida/Chegada:
aldeia de Covas
Distância Percorrida:
~ 14 km
Duração Prevista do Percurso:
~ 5 h (inclui almoço)
Grau de Dificuldade:
Acessível
Cota Máxima Atingida:
900 m. (aldeia de Adsamo)
Cota Mínima Atingida:
755 m. (pouco antes de se entrar na mata da Penoita)



MAPAS

Percurso a linha tracejado laranja (clicar para ampliar)



Percurso a linha tracejado amarela (clicar para ampliar)




Percurso a linha tracejado vermelha (clicar para ampliar)
A linha azul trilho opcional




Percurso a linha tracejado vermelha (clicar para ampliar)
A linha azul trilho opcional




(Clicar para ampliar)



Mapa do Concelho de Vouzela com os percursos pedestres (clicar para ampliar)
O Trilho da Penoita surge a sul de vila de Vouzela





Fontes:
O texto de descrição do percurso é da autoria da Câmara Municipal de Vouzela, com ligeiras adaptações por mim realizadas.
Mapas:
  • 1º mapa a contar de cima - elaborado por mim com base no Google Earth (auxiliado pelo Filipe Lopes do Naturezas)
  • 2º mapa a contar de cima - elaborado por mim com base no mapa 1:25 000 do IGEOE
  • 3º mapa a contar de cima - elaborado pela Câmara Municipal de Vouzela (ao qual eu introduzi ligeiras alterações para o adaptar ao percurso do dia 22 de Abril)
  • 4º mapa a contar de cima - elaborado elaborado pela Câmara Municipal de Vouzela (ao qual eu e o Filipe Lopes [naturezas.com] introduzimos ligeiras alterações para o adaptar ao percurso do dia 22 de Abril)
  • mapa inferior elaborado pela Câmara Municipal de Vouzela (que me foi enviado pelo Paulo Loureiro do Núcleo de Escalada da ACERT)
Imagem (com fotografia) inferior é da autoria da Câmara Municipal de Vouzela.



Agradeço à Câmara Municipal de Vouzela, e em especial ao seu Presidente , Dr. Armindo Ferreira, e também ao responsável pelo Gabinete de Turismo, Dr. António Martinho, a gentileza que tiveram em me enviar diversos materiais informativos sobre os percursos pedestres e afins de Vouzela, incluindo os folhetos individuais dos percursos pedestres.
Tenho a relevar que os folhetos individuais dos percursos pedestres de Vouzela são dos melhores elaborados que já tomei conhecimento até hoje, com múltiplas informações, em texto, fotografias, imagens, mapas, etc.
Parabéns à Câmara Municipal de Vouzela pela excelente rede de percursos pedestres que possui e ao modo como a promove.

12 comentários:

ljma disse...

Mmm, boa ideia esta de um percurso de aniversário do blog...

João disse...

Excelente a forma de comemorar um aniversário.

Paulo Barros disse...

Parabéns, está fantástica a forma detalhada como apresentam o percurso.
Espero poder realizá-lo com vocês.

beijokense disse...

Parece muito interessante. Pena eu ter um compromisso baptismal nesse dia :(
[mas fico com os mapas e hei-de passar por lá...]
Bom passeio e feliz aniversário!

Sandra disse...

Parabéns pela organização. Conto estar presente dia 22 de Abril. Será o meu 1º passeio convosco e para comemorar o 1º aniversário... parece-me bem! Para inscrições basta enviar mail? E já agora para quem como eu provavelmente irá no dia anterior e quer ficar num local barato, que aconselham?

fernando_vilarinho disse...

Viva Sandra!
Bem-vinda!
se puderes enviar um mail era preferível para nos ajudar a ter ideia de qt vão e até combinar possíveis boleias..
O meu colega Paulo Loureiro conhece melhor a região, pois é de lá, e pode aconselhar-te melhor sobre estadias. O e-mail dele é:
caramulinho [arroba] mail.telepac.pt

fica bem,

Sandra disse...

OK.
Convidei algumas pessoas e aguardo confirmações para enviar mail com todos os nomes.
Obrigada
Sandra

Eva Lima disse...

Confirmo que Vouzela tem trilhos óptimos e muito bem assinalados.
Nas férias da Páscoa fiz, com os filhos pequenos e marido, o de São Miguel do Mato e foi e gostámos muito.
Gostava de fazer o V.percurso, só que os miúdos não aguentam 14 km. Seria possível juntarmo-nos a vocês na Pernoita, almoçar e fazer o resto do percurso. Que achas?

fernando_vilarinho disse...

Sandra:
então ficamos à espera.

Eva Lima:
respondi-lhe no seu blogue "filhos&cadilhos"

tudoaomonte disse...

Caro Vilarinho

Por curiosidade, para obteres os prospectos foi necessário pagares ou facultaram gratuitamente?
É que procurei obter junto do turismo de Vouzela os prospectos referenciados mas foi-me solicitado o pagamento pelos mesmos, pese embora referido ser praticante assíduo. Como não estou de acordo com o solicitado, acabei recusar a troca sugerida.

Sandra disse...

Por motivos nada agradáveis não me vai ser possível participar no vosso passeio :-(

Espero poder estar em futuras actividades.

Cumprimentos e votos de um excelente Domingo para todos.
Sandra

fernando_vilarinho disse...

Paulo (tudoaomonte):
respondi para o teu email
psantos@pers.pt

Sandra:
Espero que rapidamente venham momentos melhores para ti.
Excelente Domingo tb para ti.
até à próxima ;)