terça-feira, maio 29, 2007

Montanhas de Espertos (1)

Em 2000 um brasileiro, Luciano Pires, com 32 anos, começou um treino de mais de um ano para chegar ao Evereste. Treinou, leu muitos livros do tema, treinou, reuniu material, treinou, reuniu informações de outras alpinistas, treinou. Em Abril de 2001 foi para o Nepal e no final desse mês atingiu o seu objectivo: chegar o Campo Base do Everest. Sim, o Campo Base, não me enganei, uma região "inóspita a 5 350 metros de altitude", não acessível a todos, mas a muitos e muitos mesmo! Já agora, ainda ontem, 28 de Maio de 2007, estiveram bem mais lá para cima, no cume, a 8848 metros, mais de 50 alpinistas (e até já se fazem chamadas de telemóvel do cume!). Luciano Pires também reparou que tinha sido um "anjolas" pois tinha pago um balúrdio a uma empresa para o levar lá, quando se alugasse um guia em Katmandu como a maioria faz, nem 1/5 do do dinheiro tinha pago! Enfim, devia ter lido mais livros sobre o tema!!
Entretanto Luciano Pires regressou ao Brasil, e no ano seguinte, 2002, publicou um livro "O meu Everest" que vendeu para caramba! [expressão brasileira]. Sempre deu para pagar o que tinha gasto a mais no Nepal. Escreveu mais umas crónicas e deu diversas entrevistas a jornais. No Brasil existem dois livros publicados sobre brasileiros que 'foram' ao Everest, um é do grande alpinista Waldemar Niclevicz e outro é este.
Conclusão: este mundo é para os espertos, infelizmente não interessa sê-lo o que interessa é parecê-lo!

Daqui a uns dias o caso 2 e por aí adiante...

1 comentário:

luciano pires disse...

Olá Fernando. Li com curiosidade seu post sobre minha aventura ao Campo Base do Everest. Pelo que pude perceber pelo texto, parece que você não leu meu livro. Por favor, remeta-me seu endereço para que eu mande um exemplar, quem sabe assim você terá uma impressão melhor do que realizei. Meu e-mail é o luciano@lucianopires.com.br.
Saudações montanhistas.